Aprenda inteligência artificial gratuitamente; Cursos online com certificado

Aprenda inteligência artificial gratuitamente; Cursos online com certificado Foto: EV.G / Divulgação
Publicidade

A Escola Virtual de Governo (EV.G), uma plataforma inovadora de ensino a distância operada pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), está oferecendo uma excelente oportunidade para aqueles interessados em expandir seus conhecimentos em Inteligência Artificial (IA).

Com um foco especial no aprimoramento e na aplicação da IA tanto no dia a dia quanto no serviço público, esses cursos online gratuitos são uma porta aberta para a aprendizagem em um campo tecnológico em rápida expansão.

Publicidade

Inteligência artificial para o cotidiano

Este curso, de duração compacta de 4 horas, é ideal para quem busca entender a IA em aplicações práticas e criativas. O conteúdo programático inclui:

Publicidade
  • Módulo 1: Exploração da IA em tarefas criativas.
  • Módulo 2: Foco no GPT-3 e suas aplicações em geração de texto.
  • Módulo 3: A revolução das tecnologias de geração de imagem, destacando o DALL-E 2.
  • Módulo 4: Visão sobre o futuro da colaboração homem-máquina.

Inteligência artificial no contexto do serviço público

Com uma carga horária mais extensa de 20 horas, este curso é voltado para profissionais que desejam aplicar a IA no setor público. Os temas abordados incluem:

Publicidade
  • Módulo 1: Conceitos fundamentais de IA.
  • Módulo 2: Principais tecnologias utilizadas em IA.
  • Módulo 3: Como a IA pode resolver problemas em organizações públicas.

Ambos os cursos oferecem certificados gratuitos aos participantes que concluírem os estudos dentro do prazo estipulado (10 dias para o primeiro curso e 20 dias para o segundo) e que demonstrem bom aproveitamento

As inscrições estão abertas a todos e podem ser realizadas através do site oficial da EV.G. Para o curso de inteligência artificial para o cotidiano clique neste link.

LEIA TAMBÉM:  Cientistas criam tecnologia à prova de incêndio que aumenta a segurança das baterias, com capacidades de autoextinção

Já os interessados no curso de inteligência artificial no contexto do serviço público, devem clicar neste link.

Lançada em 2018, a EV.G é um exemplo de inovação no setor educacional, reconhecida pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A plataforma não apenas oferece cursos variados mas também serviços como hospedagem de cursos a distância, certificação e uma Secretaria Virtual para gestão acadêmica.

Estes cursos são uma oportunidade imperdível para quem deseja se aprofundar no mundo da Inteligência Artificial, seja para aplicações cotidianas ou no contexto do serviço público. Com a facilidade do ensino a distância e a oferta de certificação, a EV.G destaca-se como uma opção acessível e enriquecedora para todos os interessados no assunto.

Regulamentação da inteligência artificial no Brasil

A regulamentação da Inteligência Artificial (IA) no Brasil está ganhando destaque e prioridade no Congresso Nacional em 2024, refletindo a crescente relevância e impacto dessa tecnologia em diversos setores da sociedade.

As discussões em torno da regulamentação da IA no país estão centradas na necessidade de estabelecer diretrizes claras e éticas para o uso dessa tecnologia, com foco especial na proteção de dados pessoais e na prevenção de decisões discriminatórias ou prejudiciais.

Um dos aspectos mais discutidos é a proteção e segurança de dados pessoais. Há um consenso sobre a importância de se garantir a privacidade e o consentimento informado dos indivíduos, criando mecanismos robustos para evitar o acesso e uso indevidos de informações pessoais.

Isso é essencial para manter a confiança pública na tecnologia e para assegurar que ela seja utilizada de forma responsável e ética.

LEIA TAMBÉM:  NEOM divulga novo vídeo mostrando a ascensão de The Line, a metrópole futurista de 170 km no deserto Saudita

O Senado Federal está analisando o Projeto de Lei (PL) 2.338/2023, que busca estabelecer regras para a disponibilização de sistemas de IA no Brasil. Este projeto é o resultado do trabalho de uma comissão de juristas e visa estabelecer os direitos das pessoas afetadas pelo funcionamento da IA, além de definir critérios para o uso desses sistemas pelo poder público.

O projeto também prevê punições para violações à lei, incluindo multas significativas e a suspensão temporária ou definitiva do sistema em questão.

Além disso, o PL 2.338/2023 propõe uma abordagem baseada em riscos para a classificação dos sistemas de IA. Os sistemas considerados de alto risco, como aqueles utilizados em áreas sensíveis como diagnósticos médicos e gestão de infraestruturas críticas, estarão sujeitos a regras mais rigorosas.

O projeto também enfatiza a transparência no uso de sistemas de IA, exigindo que os fornecedores e operadores adotem medidas para evitar discriminação e garantir a segurança dos dados utilizados.

Os sistemas de IA classificados como de alto risco terão que passar por avaliações de impacto algorítmico, cujos resultados serão públicos, considerando os benefícios e riscos do sistema, a probabilidade e gravidade de consequências adversas, e o esforço necessário para mitigá-los.

Esse movimento regulatório no Brasil é parte de um esforço global para estabelecer uma governança eficaz da IA, garantindo que seus benefícios sejam maximizados enquanto os riscos e danos potenciais são minimizados.

A regulamentação proposta visa criar um equilíbrio entre promover a inovação e proteger os direitos fundamentais dos indivíduos, garantindo que a IA seja usada de forma ética e responsável.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | | |

Sobre o Autor

Ana Paula Araújo
Ana Paula Araújo

Ana Paula Araújo escreve no Cultura Ambiental nas Escolas sobre meio ambiente, sustentabilidade, energias renováveis e suas implicações, veículos elétricos e as principais novidades do setor.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *