Lotus Elise ressurge como um carro elétrico esportivo que recarrega as baterias em apenas 6 minutos

Lotus Elise ressurge como um carro elétrico esportivo que recarrega as baterias em apenas 6 minutos Imagem: Nyobolt/CALLUM
Publicidade

O icônico Lotus Elise ressurge do passado, desta vez, adotando o DNA de um carro esportivo elétrico. O cérebro por trás do projeto é ninguém menos que Julian Thomson, criador do Lotus Elise S1 original, que se juntou à startup de tecnologia Nyobolt e ao estúdio de design CALLUM, para engendrar um carro esportivo elétrico de carregamento ultrarrápido, inspirado no amado Lotus Elise.

Um Lótus Elise elétrico com carregamento ultra rápido

Com suas raízes em Cambridge, na Inglaterra, a Nyobolt é uma emergente empresa de tecnologia focada em baterias de alto desempenho e avançadas técnicas de carregamento que visam derrubar as barreiras dos prolongados períodos de carregamento.

Publicidade

O veículo conceitual recém-revelado, inspirado no Lotus Elise, traz um desempenho inédito graças à potência de uma bateria de 35 kWh. O grande trunfo é a capacidade de uma carga completa em incríveis seis minutos, estabelecendo um novo padrão, segundo a Nyobolt.

Sai Shivareddy, CEO da Nyobolt, compartilhou seu entusiasmo, declarando:

Publicidade

“Desbloquear os obstáculos encontrados pelos projetistas de veículos elétricos foi crucial para o desenvolvimento de nossas revolucionárias baterias de carga rápida. No passado, a busca por um veículo leve de carregamento rápido costumava resultar em comprometimentos na longevidade da bateria, o que nos obrigava a confiar em baterias volumosas e caras. Com nossa tecnologia única, conquistamos um carregamento de seis minutos e criamos baterias menores capazes de fornecer mais energia e carregar mais rapidamente.”

Lotus Elise como um carro elétrico esportivo que recarrega as baterias em apenas 6 minutos
Imagem: Nyobolt/CALLUM

Baterias mais leves e com maior eficiência proporcionam menos custos

Nyobolt critica a atual tendência de EVs grandes, que necessitam de mais materiais para a bateria, encarecendo os custos. A solução proposta é uma nova tecnologia de bateria mais leve e compacta. Segundo a empresa, o EV inspirado no Lotus Elise pesará “mais próximo de uma tonelada do que duas”, e terá uma autonomia de até 250 km.

Publicidade
LEIA TAMBÉM:  Volvo EX30: Conheça o novo elétrico da Volvo a partir de R$ 229.950

O rigoroso processo de testes da Nyobolt comprovou a eficácia de suas baterias em mais de 2.000 ciclos de carga rápida, “sem perda significativa de desempenho”. Isso, segundo a empresa, pavimenta o caminho para EVs mais leves e ultraeficientes.

Além disso, a empresa salienta que sua inovação em baterias não se limita apenas a tamanhos compactos, mas pode ser aplicada a baterias maiores, adequadas para veículos de grande porte como caminhões e ônibus.

Conceito ganha vida com a entrada da CALLUM

Nesta empreitada, Julian Thomson solicitou o apoio da britânica CALLUM, uma firma especializada em design e engenharia, para trazer à luz esse conceito.

Tanto a Nyobolt quanto a CALLUM concentraram-se em todos os elementos do EV, englobando materiais, células, transmissão e o veículo em sua totalidade. O design do EV ecoa o charme do Lotus Elise S1, contudo, ele vem repaginado com modernas luzes LED e uma traseira atualizada.

O futuro é promissor, com a empresa garantindo que sua tecnologia pronta para implementação começará a ser produzida em 2024, apta para aplicações imediatas e com potencial para rápida expansão.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *