Cientistas criam concreto fotovoltaico que pode ser usado em calçadas, lajes e pontes para gerar energia através dos raios solares graças a um mineral chamado Perovskita

Cientistas criam concreto fotovoltaico que pode ser usado em calçadas, lajes e pontes para gerar energia através dos raios solares graças a um mineral chamado Perovskita Concreto fotovoltaico pode ser usado em calcadas lajes e outras estruturas (Foto: Divulgação)

Pesquisadores mexicanos alcançaram um marco importante no campo da sustentabilidade ao desenvolver um concreto fotovoltaico a base de Perovskita, capaz de gerar eletricidade utilizando a radiação solar

Publicidade

A energia solar tem se destacado no cenário global, já representando uma parcela significativa da energia renovável instalada mundialmente. O projeto do concreto fotovoltaico em questão foi conduzido por Orlando Gutiérrez Obeso e Euxis Kismet Sierra Marques, ambos formados pelo Centro de Pesquisa e Inovação Tecnológica Azcapotzalco, vinculado ao Instituto Politécnico Nacional (IPN) do México.

O processo de criação deste concreto inovador emprega Perovskita, um mineral que oferece uma alternativa mais econômica às tradicionais células solares de silício. Utilizando técnicas de moagem de alta energia, os pesquisadores produziram um pó de cimento de nanoescala.

Publicidade

O resultado é um bloco de concreto misturado com elementos orgânicos (células solares orgânicas conhecidas como: Células Gratzel), eficiente na absorção da radiação solar para a produção de energia elétrica.

Tecnologia tem o potencial de reduzir o impacto ambiental das construções, tornando-as mais sustentáveis

Este concreto fotovoltaico não se limita apenas à geração de energia, mas tem potencial para ser utilizado em diversas estruturas como calçadas, fundações, pontes, e até em dispositivos arquitetônicos. Isso abre um novo horizonte para edificações que podem gerar sua própria energia de forma sustentável.

Publicidade
LEIA TAMBÉM:  Inauguração do complexo solar no Piauí pela companhia chinesa: Com potencial para abastecer 550 mil residências por ano

Em declarações recentes, Euxis ressaltou que o material é eficaz não apenas sob luz solar direta, mas também ao absorver luz artificial, como os raios UV. Isso amplia significativamente o espectro de uso e eficiência do concreto fotovoltaico.

Integração de energia solar em residências e infraestruturas

A empresa húngara Platio já comercializa desde 2021 um piso de energia solar, capaz de gerar eletricidade suficiente para atender às necessidades anuais de uma família média. Este produto, testado em locais como shopping centers, demonstra sua versatilidade e eficácia, sendo aplicável em espaços residenciais e públicos.

Publicidade

Em uma iniciativa similar, a Eternit lançou telhas fotovoltaicas de fibrocimento. Estas telhas não só são visualmente atraentes, mas também eficientes na geração de energia limpa, marcando um progresso significativo na busca por soluções sustentáveis em construção. A Eternit está atualmente buscando uma residência modelo para demonstrar a eficácia e o valor agregado de suas telhas solares inovadoras.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | | | | |

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *