Consumo de até 26,3 km/l; Conheça o BYD King que deve chegar no Brasil prometendo desbancar concorrentes como Corolla Cross Hybrid

byd king seda hibrido BYD King (Foto: insideEvs.com)

O BYD King é uma evolução do Qin Plus que mantem a configuração híbrida plug-in (PHEV), tecnologia que permite recarga externa.

Publicidade

O mercado automotivo brasileiro deve receber em breve um novo concorrente de peso no segmento de sedãs médios. O BYD King está com previsão de lançamento para 2025 segundo informações do Auto Esporte. Este sedã híbrido promete elevar o padrão em termos de eficiência e performance, colocando-se como um rival direto do renomado Toyota Corolla Cross Hybrid.

O BYD King é uma evolução do anterior Qin Plus, mantendo sua configuração híbrida plug-in (PHEV), que permite recarga externa. Este modelo chama a atenção pela sua potência combinada de 260 cv e uma eficiência de consumo notável de 26,3 km/l.

Publicidade

Esses números são resultado de um motor a combustão 1.5 quatro-cilindros 16V de ciclo Atkinson, com 110 cv de potência, em combinação com um motor elétrico de 197 cv. Essa configuração assegura um desempenho robusto, com aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 7,3 segundos.

Principais mudanças no design do BYD King em comparação com seu antecessor

byd king seda
BYD King (Foto: insideEvs.com)

O BYD King, sucessor do Qin Plus, apresenta uma série de mudanças no design que refletem uma atualização significativa em relação ao modelo anterior. O veículo ostenta uma grade frontal mais imponente e contemporânea, caracterizada por um formato de carretel, que não só confere uma aparência robusta, mas também melhora a aerodinâmica do carro.

Publicidade
LEIA TAMBÉM:  Nova lancha elétrica Arc Sport tem autonomia de 4 a 5 horas por carga e pode levar até 15 passageiros

Além disso, os faróis e lanternas traseiras foram completamente redesenhados, conferindo ao King um visual mais moderno e uma melhor iluminação. A carroceria do BYD King também exibe novos detalhes estéticos, com vincos e recortes adicionados principalmente no para-choque e na tampa do porta-malas.

Em termos de dimensões, o King é ligeiramente maior que seu antecessor, apresentando um pequeno aumento no comprimento. As demais dimensões, como largura, altura e entre-eixos, mantêm-se semelhantes ao Qin Plus.

Publicidade

Estratégia de mercado e produção nacional

byd king seda painel
Painel interno do BYD King (Foto: insideEvs.com)

A chegada do BYD King ao Brasil faz parte de uma estratégia mais ampla da BYD, que inclui a nacionalização de sua produção de veículos. A empresa tem planos de investir aproximadamente R$ 3 bilhões no país, gerando cerca de 5 mil empregos diretos e indiretos.

A fábrica, localizada em Camaçari, Bahia, ocupará o espaço anteriormente pertencente à Ford, e há planos para a produção de ao menos dois modelos de carros, incluindo possivelmente o recente sucesso de vendas, o BYD Dolphin.

Além disso, o governo da Bahia anunciou incentivos fiscais para estimular a produção local, incluindo a isenção completa de IPVA para carros elétricos fabricados na Bahia e que circulem no estado. Essas medidas, juntamente com a crescente demanda por veículos elétricos e híbridos no Brasil, posicionam a BYD como uma potência emergente no mercado automotivo brasileiro.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | | |

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *