Honda quer reduzir custo de suas motos elétricas em até 50% como esforço para tornar esses veículos mais acessíveis ao público

Honda quer reduzir custo de suas motos elétricas em até 50% como esforço para tornar esses veículos mais acessíveis ao público Foto: Honda / Divulgação

A Honda, reconhecida fabricante de motocicletas, está empenhada em transformar o mercado de motos elétricas e seu plano ambicioso é reduzir o custo de aquisição desses veículos em até 50% até 2030.

Publicidade

A Honda anunciou recentemente um plano estratégico para ampliar sua presença no setor de motos elétricas. A empresa japonesa se comprometeu a investir significativamente na eletrificação de sua frota, com uma injeção de capital de 500 bilhões de ienes, aproximadamente R$ 16 bilhões, nesta década.

O objetivo é não apenas ampliar a gama de modelos disponíveis, mas também torná-los mais acessíveis para o público em geral. Este movimento faz parte de uma estratégia mais ampla que inclui a venda de 4 milhões de motos elétricas por ano e a expansão de sua linha de produtos elétricos.

Publicidade

A Honda que diversificar e lançar modelos de motos elétricas inovadoras

A diversidade é um pilar central na abordagem da Honda para motos elétricas. Com a introdução de 30 novos modelos elétricos até 2030, a empresa pretende atender a uma ampla variedade de necessidades dos consumidores.

Esses modelos vão desde veículos de lazer infantis até motos superesportivas, passando por scooters e quadriciclos. Entre os modelos já lançados, destacam-se o EM1 e uma scooter elétrico compacto chamada de EV Cub, que demonstram o compromisso da Honda com a inovação e a sustentabilidade.

Publicidade

Um dos aspectos mais notáveis do plano da Honda é a redução significativa no custo das motos elétricas. A empresa está explorando várias opções, como a transição para baterias mais econômicas, para cortar os preços pela metade. Essa iniciativa, além de tornar as motos elétricas mais acessíveis, também estimula a adoção de veículos mais sustentáveis.

LEIA TAMBÉM:  Watts inova com consórcio para motos elétricas; As parcelas ficam menos de R$ 315,00 no plano com uma bateria

A Honda quer adicionar mais conectividade em suas novas motos elétricas

A Honda está focada em melhorar a conectividade e a autonomia de suas motos elétricas. Investimentos estão sendo feitos para aprimorar a eficiência dos processos de produção, incluindo a construção de fábricas dedicadas exclusivamente a modelos elétricos a partir de 2027.

Publicidade

Com isso, a Honda espera não apenas reduzir custos, mas também fortalecer sua posição de liderança no mercado de motos elétricas.

Conheça os detalhes da Honda EV Cub

Scooter elétrica Honda EV Cub
Scooter elétrica Honda EV Cub (Foto: Honda / Divulgação)

A Honda EV Cub representa um marco significativo no avanço das motocicletas elétricas, incorporando inovação e design prático. Este modelo é uma releitura elétrica da icônica scooter Cub da Honda, conhecida mundialmente por sua confiabilidade e eficiência.

A EV Cub se destaca por sua bateria de lítio removível, que facilita o carregamento e oferece flexibilidade no uso diário. A integração com smartphones através de uma tela inteligente é outro ponto alto, permitindo aos usuários acessar facilmente informações e aplicativos relacionados à scooter.

Sua velocidade máxima é de 25 km/h a 45 km/h, dependendo do modelo escolhido, e a autonomia pode alcançar até 100 km. Além disso, o EV Cub foi projetado pensando na ergonomia e na segurança, apresentando um centro de gravidade baixo para um manuseio mais estável e iluminação LED nos retrovisores para melhor visibilidade.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | | |

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *