Veículo elétrico mais barato do mundo, com autonomia de 50 km, pode custar cerca de 7 mil reais para clientes qualificados

Veículo elétrico mais barato do mundo, com autonomia de 50 km, pode custar cerca de 7 mil reais para clientes qualificados Fonte: Changzhou Xili Vehicle/Divulgação
Publicidade

A China, líder mundial na produção de automóveis elétricos, acaba de apresentar o veículo elétrico mais acessível do mundo, o ChangLi S1-Pro, da marca chinesa Changzhou Xili Vehicle. Com somente 2,4 metros de extensão, o automóvel se classifica no segmento de quadriciclos, possuindo capacidade para levar até três indivíduos, incluindo o condutor. Embora seja um modelo urbano, com autonomia de 50 km, o veículo elétrico mais barato do mundo é utilizado da mesma forma que qualquer automóvel.

Características do modelo ChangLi S1-Pro

O ChangLi S1-Pro não é um equipamento tecnologicamente avançado, possuindo somente 1,5 cavalos de força, alcançando até 50 km/h. Contudo, seu valor é inigualável: uma companhia interessada em adquirir mais de 24 unidades pode comprá-lo por apenas 903 euros na plataforma de vendas Alibaba, o equivalente a cerca de R$ 7 mil em conversão direta. No entanto, para quem pretende adquirir o veículo pela página oficial da fabricante, o preço aumenta para US$ 9 mil, o equivalente a aproximadamente R$ 50 mil.

Publicidade

O veículo elétrico mais barato do mundo oferece um volante convencional ou uma direção que remete à de uma moto, podendo ser adquirido com iluminação adicional ou até mesmo uma barra de teto para transportar cargas com relativa facilidade. Seu tempo de recarga varia entre sete e dez horas, e o prazo de entrega é razoavelmente rápido, com apenas um mês na fila de espera.

LEIA TAMBÉM:  Mais uma fabricante de carros elétricos vindo para o Brasil, a VinFast inicia operações no país

Benefícios do veículo elétrico mais barato do mundo

Frente ao atual panorama brasileiro de crise financeira, o modelo ChangLi pode ser uma excelente opção para os clientes que procuram alternativas mais viáveis. Como o automóvel não é oficialmente categorizado como carro, não é necessário pagar taxas e tributos geralmente embutidos nos veículos. Ademais, ao optar pelo S1-Pro, o consumidor pode contribuir para a preservação do meio ambiente, já que o veículo é movido à eletricidade, não utilizando combustíveis fósseis.

Publicidade

Em resumo, o veículo elétrico mais acessível do mundo é uma alternativa cada vez mais plausível para aqueles que desejam uma solução mais econômica e sustentável de transporte. Com o ChangLi S1-Pro, a China novamente se destaca na mudança energética, fornecendo um modelo viável e eficaz que pode servir como inspiração para outras nações.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | |

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *