Airbus testa o primeiro avião movido a hidrogênio

Escrito por Valdemar Medeiros

A empresa aeroespacial europeia Airbus está fabricando um avião movido a hidrogênio, que já promete revolucionar as formas de combustíveis dos aviões.

Com a nova opção, será possível evitar o uso de muito combustível fóssil, além de poder abastecer o avião com uma alternativa muito mais barata e sustentável.

Detalhes mais sobre como funciona o avião movido a hidrogênio

Apresentando o demonstrador ZEROe

O avião movido a hidrogênio da Airbus já está inserido em um calendário para entrar em fase de teste. De acordo nota divulgada pela empresa aeroespacial Airbus, se todos os planos da empresa forem concluídos com sucesso, os testes iniciais do avião ainda no chão deverão começar em meados do próximo ano (2023) e, terminado o período de testes, o avião movido a hidrogênio será enviado para o comércio até pelo menos 2035, para que sejam devidamente utilizados pelas companhias aéreas.

PARA VOCÊ:
Pesquisadores da Universidade de Tóquio desenvolveram sistema que retira dióxido de carbono diretamente da atmosfera

No entanto, para que esse projeto obtenha o sucesso esperado pela empresa de aviões, a Airbus já afirmou a criação de um Centro de Desenvolvimento de Emissões Zero, com uma equipe completa que ajuda a planejar e projetar novos aviões que não emitam carbono no ar.

Fabricar aviões movidos a hidrogênio, no momento é o foco principal do Centro de Desenvolvimento de Emissões Zero, desenvolvido pela Airbus. Resta agora esperar pela fabricação em si do avião movido a hidrogênio, e depois, esperar até o fim da realização dos testes, para que o avião possa ser enviado ao mercado o mais rápido possível

Saiba mais sobre a empresa de aviões Airbus

A Airbus SE é uma empresa aeroespacial europeia, fundada em dezembro de 1970. A empresa era uma subsidiária da EADS, que possuía 100% do controle acionário até janeiro de 2014. Com mais de 50 anos de história no mercado, a empresa europeia pioneira na fabricação de aeronaves sustentáveis também possuía quase todo o mercado aéreo de produção.

PARA VOCÊ:
Greentechs usam a tecnologia a favor do meio ambiente

De fato, a Airbus é uma das maiores empresas do ramo aeroespacial do mundo. Mesmo após tanto tempo presente no mercado aéreo, a Airbus conseguiu mais uma vez inovar em diversos assuntos, tendo sempre em mãos novas pesquisas e novos testes para se manter no topo do ranking dos melhores. Mantendo esse padrão de qualidade, mesmo com o passar dos anos a empresa se manteve atual, trazendo diversas novidades em seus aviões.

A Airbus também tem investimentos no Brasil, além de se dedicar a produzir aviões para a Europa, no entanto, os investimentos aqui no Brasil estão mais focados na fabricação de helicópteros. Além do Brasil, a Airbus também tem concentrações nos Estados Unidos, na China e na Rússia.

PARA VOCÊ:
Lixo na escola: Qual a importância e como reciclar esses materiais

Outras novidades recém anunciadas pela Airbus

A Airbus anunciou nesta quarta-feira, 15, o primeiro voo de sua nova aeronave de passageiros, o A321XLR, fabricado para realizar longos voos sem necessidade de fazer escala, já a partir de 2024.

O novo avião, que ficou mais de um ano sob testes, decolou no início da manhã de quarta-feira, em Hamburgo, na Alemanha.

De acordo com a Airbus, o novo avião é capaz de voar em torno de 8.700 km, sendo 15% mais longe do que as aeronaves de fuselagem estreita da atualidade, isso devido a um tanque de combustível adicional, que fica no traseiro central na parte inferior da fuselagem.

Artigos relacionados