Baterias de estado semi-sólido da CATL, para aviões elétricos, pode tornar viável a aviação elétrica comercial

Bateria de estado semi-sólido da CATL pode tornar viável a aviação elétrica comercial Fonte: Green Living/Reprodução
Publicidade

O mundo da mobilidade elétrica pode estar à beira de uma grande mudança, graças a um avanço recente no campo das baterias para aviões elétricos. A CATL, fabricante de baterias da China, revelou em Xangai, no fim de abril, uma bateria avançada que oferece o dobro da densidade energética média das baterias de íons de lítio atuais.

Rumo a uma maior autonomia

A bateria avançada da CATL emprega a tecnologia de material condensado, com eletrólito condensado ou em estado semi-sólido. Essa inovação tem o potencial de melhorar a autonomia e viabilizar os aviões elétricos. Além disso, essa nova bateria também pode ser aplicada em carros elétricos, como a fabricante chinesa Nio já planeja fazer com baterias semi-sólidas.

Publicidade

Densidade energética de 500 kWh por célula é um avanço na capacidade das baterias

A bateria revolucionária da CATL possui uma densidade energética de 500 kWh por célula, o que lhe proporciona uma notável capacidade para ser aplicada na aviação civil. As baterias de íons de lítio líquidas atuais têm densidades próximas a 300 kWh, o que mostra o grande potencial dessa nova tecnologia.

Produção em larga escala de baterias para aviões elétricos

Após conduzir testes rigorosos, a empresa chinesa garante que está preparada para iniciar a produção em larga escala ainda este ano. Com o sucesso dessa inovação, a utilização de baterias para aviões elétricos pode estar mais próxima do que imaginamos, e o setor da mobilidade pode estar a um passo de dar um salto significativo em direção à sustentabilidade.

Publicidade
LEIA TAMBÉM:  Após tragédia, BYD apresenta inovações para melhorar a segurança das baterias em motocicletas elétricas

A introdução de baterias avançadas como essa, especialmente na aviação, pode ter um impacto significativo no meio ambiente e na economia. A utilização de baterias para aviões elétricos pode ajudar a reduzir a dependência de combustíveis fósseis, diminuindo as emissões de gases de efeito estufa e contribuindo para a luta contra as mudanças climáticas. Além disso, a maior autonomia proporcionada por essa tecnologia pode permitir a exploração de rotas mais longas e eficientes, reduzindo os custos operacionais das companhias aéreas e, possivelmente, até os preços das passagens.

Desafios e oportunidades no desenvolvimento de aviões elétricos

Apesar do enorme potencial das baterias revolucionárias da CATL, o desenvolvimento de aviões elétricos ainda enfrenta desafios significativos. A infraestrutura aeroportuária precisará ser adaptada para atender às demandas de recarga e manutenção desses novos veículos aéreos elétricos. Além disso, será necessário investir em pesquisa e desenvolvimento para garantir a segurança e a eficiência desses aviões.

Publicidade

Por outro lado, essa inovação abre um vasto campo de oportunidades para empresas e investidores que desejam explorar o mercado emergente da aviação elétrica. O sucesso das baterias de estado semi-sólido da CATL pode estimular o interesse e o investimento em soluções sustentáveis, impulsionando o setor da mobilidade em direção a um futuro mais verde.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | |

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *