Conheça a inovadora película solar autocolante para veículos elétricos que impulsiona autonomia dos carros

Conheça a inovadora película solar autocolante para veículos elétricos que impulsiona autonomia dos carros Foto: Portal Energia / Reprodução

Em um cenário onde a sustentabilidade e a inovação caminham juntas, o Instituto Fraunhofer de Sistemas de Energia Solar (ISE) na Alemanha está na vanguarda de uma revolução na mobilidade elétrica, eles desenvolveram uma película solar autocolante

Publicidade

A película solar autocolante promete transformar a maneira como os veículos elétricos são alimentados, expandindo significativamente sua autonomia. Este avanço não apenas representa um marco na indústria automobilística, mas também um passo significativo para um futuro mais sustentável.

A pesquisa do Fraunhofer ISE foca na integração de células fotovoltaicas em veículos, especialmente carros elétricos. A tecnologia envolve a incorporação de células solares de alta eficiência diretamente nos telhados dos veículos, permitindo que eles gerem sua própria energia de forma sustentável.

Publicidade

Estas células solares, que podem ser integradas quase invisivelmente no teto do carro e coloridas conforme a preferência do proprietário, oferecem uma densidade de potência elevada.

A inovação não se limita apenas a veículos de passageiros. O instituto também investigou a aplicação de módulos fotovoltaicos integrados em veículos comerciais, como caminhões frigoríficos.

Publicidade

Esses estudos revelaram um grande potencial para a substituição parcial de combustíveis fósseis em caminhões, destacando o amplo alcance e a versatilidade desta tecnologia.

A aplicação da película solar em veículos elétricos é revolucionária

O sistema desenvolvido pela Fraunhofer ISE oferece várias vantagens sobre os sistemas solares existentes em veículos de marcas como Toyota e Hyundai. A película solar da Fraunhofer é significativamente mais leve e fina, reduzindo o peso e mantendo a estética do veículo.

Publicidade
LEIA TAMBÉM:  Contran explica as diretrizes para conduzir veículos elétricos e aumentar a segurança no trânsito depois da alta de acidentes envolvendo EVs

Além disso, a tecnologia patenteada promete apenas 10% de perda de eficiência, permitindo que o veículo mantenha sua cor original graças à tecnologia MorphoColor®.

Testes realizados com um Volkswagen Polo de 4ª geração demonstraram a eficácia da tecnologia. Foram instaladas 120 células solares na superfície do veículo, proporcionando uma capacidade máxima de potência de 115 W – suficiente para alimentar sistemas auxiliares como iluminação, multimídia e ar-condicionado.

Enquanto o desenvolvimento atual ainda não permite alimentar completamente um carro elétrico, ele já oferece um alívio significativo para a bateria do veículo, melhorando a eficiência e aumentando a autonomia total.

O projeto da Fraunhofer ISE está em constante evolução, com um foco forte em otimizar a densidade energética e a capacidade de produção das películas solares

O objetivo é alcançar resultados perfeitos que possam impactar significativamente a indústria da mobilidade elétrica. O desenvolvimento futuro também visa tornar o sistema mais leve e com uma aplicação discreta, de modo que a película solar fique praticamente invisível.

A película solar autocolante do Fraunhofer ISE está preparada para não apenas aumentar a autonomia dos veículos elétricos, mas também para revolucionar o conceito de energia sustentável na mobilidade.

Com uma aplicação prática e eficiente, esta tecnologia está pronta para ser um divisor de águas na indústria automobilística, abrindo caminho para uma era de veículos elétricos mais eficientes e ambientalmente responsáveis​

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | | | | |

Sobre o Autor

Ana Paula Araújo
Ana Paula Araújo

Ana Paula Araújo escreve no Cultura Ambiental nas Escolas sobre meio ambiente, sustentabilidade, energias renováveis e suas implicações, veículos elétricos e as principais novidades do setor.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *