Conheça a primeira usina de biodiesel do Brasil a utilizar transporte marítimo para concretizar cabotagem do combustível renovável

Escrito por Valdemar Medeiros

A Norsul, uma startup de logística multimodal, focada em soluções inovadoras, da região Norte a região Sul, desenvolveu uma rota inédita de cabotagem para a BSBIOS, sendo uma startup do ECB Group e líder a nível nacional em biodiesel aqui no país, realizando o primeiro transporte de biocombustível totalmente neutralizado de emissões de gases do efeito estufa. 

A rota elaborada pela Norsul foi traçada pelo navio Taruca, que iniciou no Porto de Paranaguá, no Paraná, e seguiu rumo ao Porto de Suape, localizado em Pernambuco. Levou cerca de 14 dias para concluir a rota, marcando a estreia do fornecimento do biocombustível da BSBIOS para a região Nordeste.

Programa da Norsul garante biodiesel neutralizado de emissões de gases do efeito estufa

Foram transportados 4 milhões de litros de biodiesel, que partiram da usina da BSBIOS em Marialva, no Paraná, e serão distribuídas a três fornecedoras de combustíveis na região nordeste, por meio da rota de cabotagem elaborada.

PARA VOCÊ:
Interromper a poluição do ar pode ajudar o mundo a se alimentar com mais facilidade

A emissões provenientes deste modal foi neutralizada pelo Programa Carbono Neutro Norsul, que já conta mais de 450.000 toneladas de dióxido de carbono (CO₂) neutralizadas desde o surgimento do projeto, no ano de 2020.

Leia: Brasil registra grande aumento nas vendas de carros elétricos

De acordo com o Diretor de Novos Negócios da Norsul, Gustavo Paschoa, todos da Norsul estão imensamente felizes por poderem ajudar, ampliando a rota de cabotagem a BSBIOS, de uma forma muito mais sustentável, conseguindo explorar todo o potencial da área de Novos Negócios da Norsul, criada para trazer novas soluções as parceiras firmadas.

Cabotagem foi peça chave para desenvolver a nova rota para facilitar o fornecimento de biodiesel ao nordeste

Ao todo, foram 90 dias para a operacionalização da nova rota, contando com a união dos grupos de ambas startups. O trabalho teve êxito quando encontraram na cabotagem uma excelente e viável solução logística e sustentável para transportar a carga.

PARA VOCÊ:
Na Turquia as pessoas podem usar lixo reciclável para pagar o metrô

A nível de conhecimento, cabotagem nada mais é do que a navegação entre portos de um mesmo país, à curta distância, onde se permite ver ao longe a mesma costa marítima de onde se partiu. Segundo Leandro Luiz Zat, Diretor Comercial da BSBIOS, a atuação deles é pautada no monitoramento e no desenvolvimento de soluções viáveis, que possam aprimorar os processos de um jeito que a natureza não sofra altos impactos, infelizmente causados por essas categorias de operações.

Zat ressalta que a escolha por este modal com a startup Norsul convém com os objetivos estratégicos de sustentabilidade da BSBIOS. A parceira também tem o intuito de ajudar na preservação de florestas e na redução do desmatamento, além de incentivar o desenvolvimento socioeconômico nas comunidades locais e apoiar a conservação de estoques de carbono.

PARA VOCÊ:
98,7% das latas de alumínio foram recicladas em 2021 no Brasil

No entanto, os aterros sanitários captam o metano, transformando-o em BioMetano que, em um futuro próximo, poderá ser utilizado como um combustível alternativo para embarcações consideradas de emissão zero.

Novas rotas poderão surgir

Beneficiando ambas as empresas, a operação considera expandir os negócios da BSBIOS, visando novas rotas ou ampliação de rotas existente com essa nova parceria com a Norsul.

Zat destacou que a BSBIOS está feliz e satisfeita ao desenvolver uma nova rota de cabotagem para o mercado “a quatro mãos”, e que é a primeira vez que estão chegando com o biodiesel ao Nordeste neste formato, conseguindo ampliar ainda mais a atuação da empresa no país e levando produtos de alta qualidade e excelência, que ajudam no processo de descarbonização.

Artigos relacionados