Descubra o número ideal de painéis fotovoltaicos para cada tipo de residência, das pequenas às de luxo

Descubra o número ideal de painéis fotovoltaicos para cada tipo de residência, das pequenas às de luxo Foto: Casa Eco Sustentável / Reprodução

Diante do crescente custo das contas de energia elétrica e do aprofundamento das preocupações ambientais, mais pessoas estão considerando os painéis fotovoltaicos como uma alternativa viável e sustentável para atender às suas necessidades energéticas

Publicidade

À medida que as contas de energia elétrica aumentam e as preocupações ambientais se intensificam, muitos estão se voltando para a energia solar como uma alternativa viável. Vamos explora o potencial dos painéis fotovoltaicos para residências, detalhando como funcionam, quantos são necessários para diferentes tipos de casas, e os benefícios de adotá-los.

Painéis fotovoltaicos: como funcionam? Os painéis solares, compostos por células fotovoltaicas geralmente feitas de silício, convertem a luz do sol em eletricidade. Este processo, conhecido como efeito fotovoltaico, ocorre quando fótons solares atingem as células, excitando elétrons e gerando corrente elétrica.

Publicidade

A eficácia de uma célula solar, medida em watt-pico (Wp), é determinada pela sua capacidade de converter luz solar em eletricidade, influenciada por fatores como tamanho, eficiência, localização geográfica e exposição à luz solar.

O planejamento de um sistema de energia solar exige a compreensão do consumo energético de uma residência

Foto: Solarvolt / Reprodução

Por exemplo, uma casa com um consumo médio de 280 kWh por mês e acesso a aproximadamente 7 horas diárias de luz solar necessitaria de cerca de 7 painéis fotovoltaicos de 256 Watts, considerando uma perda de 20% na geração de energia. Cada painel produziria cerca de 1,484 kWh diariamente, somando aproximadamente 44,52 kWh mensais.

Publicidade
  • Pequenas Residências (até 50 m²): Consumindo cerca de 200 kWh mensais, necessitam de 5 a 7 painéis.
  • Residências Médias (50 a 150 m²): Com um consumo de 400 kWh, requerem 10 a 14 painéis.
  • Grandes Residências (150 a 250 m²): Demandando 600 kWh, precisam de 15 a 21 painéis.
  • Residências de Luxo (mais de 250 m²): Com um consumo de 800 kWh, necessitam de 20 a 28 painéis.
LEIA TAMBÉM:  Contran explica as diretrizes para conduzir veículos elétricos e aumentar a segurança no trânsito depois da alta de acidentes envolvendo EVs

Esses números são aproximados e a consulta com um especialista é recomendada para um dimensionamento preciso. Fatores como a inclinação do telhado e a orientação solar são cruciais na otimização do sistema.

A adoção da energia solar traz benefícios significativos

Além de reduzir as contas de luz em até 90%, as residências ganham maior estabilidade no fornecimento de energia, menor exposição à inflação energética, redução da pegada ambiental e valorização do imóvel. A escolha de uma empresa especializada é fundamental para garantir uma solução personalizada e eficaz.

Publicidade

A energia solar representa uma oportunidade de economizar e contribuir para um futuro mais sustentável. Com a tecnologia avançando e os custos diminuindo, agora é um momento ideal para considerar a transição para a energia solar em residências.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | | |

Sobre o Autor

Ana Paula Araújo
Ana Paula Araújo

Ana Paula Araújo escreve no Cultura Ambiental nas Escolas sobre meio ambiente, sustentabilidade, energias renováveis e suas implicações, veículos elétricos e as principais novidades do setor.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *