Esse micro carro elétrico de baixo custo pode rodar a 56 km/h e tem quase 100 km de autonomia

Esse Micro carro elétrico pode rodar a 56 km h e tem quase 100 km de autonomia Fonte: Quantum Motors/Divulgação
Publicidade

O futuro da indústria automobilística pode estar nas mãos de uma startup boliviana. A Quantum Motors, uma empresa nascida na Bolívia, está desafiando gigantes da indústria ao oferecer um micro carro elétrico acessível e eficiente.

O micro carro elétrico boliviano que promete conquistar corações

Diferentemente dos carros elétricos sofisticados e luxuosos produzidos pela Tesla e outras montadoras, o carro elétrico boliviano da Quantum Motors aposta em um design mais compacto e prático. Com espaço para até três pessoas de porte “não muito grande” e uma velocidade máxima de 56 km/h, o minicarro elétrico é perfeito para enfrentar o trânsito das grandes cidades.

Publicidade

Além disso, o veículo tem autonomia para percorrer até 95 quilômetros antes de precisar de uma recarga, que pode ser feita em qualquer tomada e leva entre seis e oito horas. O custo médio para carregar o carro é de apenas R$ 35 por mês.

Um preço acessível e benefícios para o meio ambiente

O grande atrativo do carro elétrico boliviano é o seu preço. Por cerca de R$ 38 mil, ele se torna muito mais acessível do que outros modelos elétricos disponíveis no mercado. Isso faz com que a Quantum Motors acredite que o futuro da indústria automobilística na América Latina não está em Teslas ou Volkswagens, mas sim em veículos compactos e eficientes como o seu.

Publicidade
LEIA TAMBÉM:  Volvo EX30: Conheça o novo elétrico da Volvo a partir de R$ 229.950

Até o momento, a empresa já vendeu 370 unidades do minicarro elétrico, que tem conquistado cada vez mais fãs na Bolívia. Proprietários do veículo elogiam a facilidade de dirigir e a praticidade para encontrar espaços para estacionar.

Desafios e perspectivas para a indústria automobilística boliviana

A Quantum Motors enfrentou diversos obstáculos para registrar e vender seus carros na Bolívia, como leis locais que exigiam um documento de importação e a dificuldade em obter cobertura de seguros e financiamentos bancários. Além disso, a pandemia e a escassez de dólares no país dificultaram o pagamento das importações e a obtenção de peças chinesas.

Publicidade

No entanto, a empresa se mantém otimista e acredita no potencial do carro elétrico boliviano para impulsionar a indústria automobilística na América Latina. A Bolívia possui os maiores depósitos de lítio do mundo, recurso que pode ser essencial para a produção de baterias e a transição para uma energia mais verde.

Com o minicarro elétrico boliviano, a Quantum Motors espera conquistar corações e abrir caminho para um transporte mais sustentável e acessível na região.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | |

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *