Pneu inteligente: conheça o modelo feito de óleo de soja e casca de arroz

Pneu inteligente conheça o modelo feito de óleo de soja e casca de arroz pela Goodyear Fonte: GoodYear/Divulgação

Goodyear inovou com um pneu inteligente feito 90% a partir de material reciclável 

Publicidade

A sustentabilidade é um tema em alta hoje em dia. Afinal, há uma grande preocupação com o aquecimento global e o aumento das emissões de gases de efeito estufa. Com isso, algumas questões se tornaram centrais: “de onde vem”, “como é feito” e “de que é feito” este produto que estou comprando? E onde entra o pneu inteligente nisso?

Os nossos hábitos de consumo têm mudado em vista dessas novas preocupações. De olho nisso, estão ocorrendo transformações em várias indústrias para produzir de uma forma mais ecológica. E não se pode negar que um dos setores que mais precisa se adaptar a esse projeto de mundo sustentável é a indústria automobilística.

Publicidade

E não estamos falando apenas da criação de carros inteligentes, movidos à eletricidade – uma opção mais ecológica do que os veículos de combustão interna. A transformação da indústria automobilística em uma indústria verde vai além do que está sob a capota. Então, confira abaixo como ocorreu a criação do pneu, as suas principais substâncias e qual é o futuro desse setor.

A criação do primeiro pneu inteligente

Os pneus são um componente muito importante de qualquer veículo, mas eles contêm materiais e são fabricados usando processos que são bastante tóxicos. Sua produção, que é muito rica em hidrocarbonetos, e sua reciclagem, que é longa, têm um forte impacto sobre o meio ambiente. 

Publicidade
Pneu inteligente: conheça o modelo feito de óleo de soja e casca de arroz
Devido ao aumento de carros, as grandes cidades estão sofrendo com a emissão e propagação de mais hidrocarbonetos – Avenida Paulista (Créditos:iStock)

Considerando que cada veículo rodoviário leva pelo menos dois pneus e que são produzidos bilhões de pneus por ano em todo o mundo, torná-los mais sustentáveis pode ser um longo processo.

LEIA TAMBÉM:  Cientistas criam tecnologia à prova de incêndio que aumenta a segurança das baterias, com capacidades de autoextinção

Embora ainda haja muito trabalho a ser feito, parte do setor automotivo está tentando se adaptar. Esse é o caso da Goodyear, velha conhecida fabricante de pneus, que quer fazer uma verdadeira revolução nos seus produtos. O objetivo da linha de produção do pneu inteligente é substituir o máximo possível os hidrocarbonetos e garantir que os métodos de produção sejam menos poluentes.

Publicidade

Como a fábrica conseguiu fazer isso? 

Pneu inteligente: conheça o modelo feito de óleo de soja e casca de arroz
Colheita de arroz ainda na casca

A Goodyear fabricou um pneu 90% feito de materiais recicláveis, e o apresentou no CES 2023, evento de tecnologia que aconteceu em Las Vegas, nos Estados Unidos. Vários dos componentes usuais de um pneu foram substituídos por materiais mais naturais, incluindo óleo vegetal, borracha natural e poliéster reciclado a partir de garrafas de plástico.

A empresa substituiu o processo clássico de fabricação de sílica para pneus, conhecido por ser altamente poluente, por casca de arroz, para melhorar a aderência e reduzir o consumo de combustível. Ao todo, a Goodyear afirma que seu pneu inteligente é feito com 17 ingredientes sustentáveis, e inclui um aço para as correias que é feito de material reciclado.

O pneu passou em testes internos da própria Goodyear e nos demais testes necessários para ser aprovado e regulamentado. Ele pode rodar até 500 mil quilômetros. Na ocasião de sua apresentação no CES 2023, ele “calçava” um modelo Citroën Oli.

LEIA TAMBÉM:  Cianobactérias, a resposta ecológica para uma alimentação mais saudável e sustentável

De acordo com a Goodyear, o desempenho do novo pneu será idêntico ao dos pneus convencionais. Mas é provável que o preço seja mais alto, como quase sempre acontece com produtos considerados mais ecológicos, em comparação com os seus equivalentes poluentes.

A produção desse tipo de pneu inteligente pode custar muito mais do que um pneu tradicional, mas, conforme os motores de combustão interna entram em extinção, por conta de seus malefícios para o meio ambiente, é provável que o resto da indústria automobilística se apresse na produção de produtos mais sustentáveis

O que resta saber é quando esses produtos serão comercializados em larga escala e, acima de tudo, a que preço.

O objetivo é não parar por aí

Segundo Chris Helsel, vice-presidente sênior de operações globais e diretor de tecnologia, a Goodyear pretende lançar o primeiro pneu de materiais 100% sustentáveis da indústria até 2030. Para este ano, a empresa já anunciou o lançamento de um pneu feito 70% de material reciclado.

Com seu rápido progresso na produção de um pneu inteligente, é provável que essa meta seja logo atingida. O plano é ambicioso, mas, com muito estudo, pesquisas e testes, a indústria automobilística caminha para se tornar uma indústria mais ecológica.

Enquanto isso, os consumidores podem fazer escolhas mais sustentáveis, como optar por carros elétricos e não os que usam combustível, comprar automóveis seminovos e não comprar novos, etc.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | |

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.