Quais as principais causas do desmatamento das florestas

Escrito por Geovane Souza

O desmatamento causa uma infinidade de prejuízos ao meio ambiente. Distúrbios do clima, aquecimento global, perda da biodiversidade, entre outros. Mas você sabe quais são a principais causas das perdas florestais no Brasil? Veja essa lista abaixo e descubra quais são os maiores vilões do desmatamento das nossas florestas.

Quais as principais causas do desmatamento das florestas
Floresta desmatada / Fonte Sofi ☆ no Pexels

Extração ilegal de madeira

Produção de papel, móveis e outras produtos, precisam de um grande suprimento de madeira. Como resultado, as árvores são cortadas para atender às necessidades de abastecimento. Lenha e carvão são exemplos de uso da madeira também como combustível. Grande parte dessas indústrias prosperam com a extração ilegal de madeira, o que é uma das principais causas do desmatamento.

Mineração

A extração de minerais do solo requer grandes quantidades de terras, o que adentra para as florestas. Além disso, estradas e rodovias precisam ser construídas para dar espaço para caminhões e outros equipamentos. Os resíduos da mineração também poluem o meio ambiente, afetando o crescimento de novas árvores.

PARA VOCÊ:
Tetra Pak testa primeira camada a base de fibra para substituir a camada de alumínio de suas embalagens

Incêndios florestais

Dentre as causas do desmatamento estão também os incêndios florestais, pois centenas de árvores são perdidas todos os anos devido a incêndios florestais em todo o mundo, inclusive no Brasil. Devido a verões muito quentes e/ou causados pelas mão humanas, os incêndios levam a enormes perdas na cobertura florestal.

Atividades agrícolas

A atividade agrícola é um dos maiores fatores que provocam o desmatamento. Segundo a Forest Trends, cerca de 60% do desmatamento foi causado pela agricultura em todo o mundo nos últimos anos, de acordo com o portal Oeco.

No Brasil 33% do desmatamento ocorre devido à agricultura, como resultado da crescente demanda por alimentos, as árvores são cortadas para dar lugar a lavoura.

PARA VOCÊ:
17 de maio é o Dia Internacional da Reciclagem

Criação de Gado

Acredita-se que a pecuária seja responsável por cerca de 14% do desmatamento global. Os produtores muitas vezes limpam a terra cortando e queimando árvores para criar gado e cultivar alimento para os mesmos. Eles continuam a usar a terra até que o solo esteja completamente degradado e repetem o mesmo processo em novas florestas. Essas áreas degradadas levam muitos anos para retornar ao seu estado original. Nos últimos 40 anos, a área florestal brasileira diminuiu quase 40%, enquanto isso as pastagens e o número de animais cresceram significativamente.

Desertificação da terra

Outros fatores que contribuem para o desmatamento também são parcialmente naturais e parcialmente causados ​​pelo homem, como a desertificação da terra. Ocorre devido ao mau uso da terra, tornando-a imprópria para o crescimento das árvores. Grandes indústrias despejam resíduos no solo e nos rios, causando erosão, o que prejudica o crescimento de árvores.

PARA VOCÊ:
Multinacional Braskem irá investir R$ 130 milhões em centro de desenvolvimento de Embalagens Circulares

Superpopulação

A superpopulação exige mais terra para a construção de novas casas. Isso criou uma enorme demanda por terras. Além disso, tem a questão da agricultura para cultivar alimentos e criar gado para a grande quantidade de pessoas. Requer automaticamente mais estradas e rodovias para transporte de suprimentos, todos esses fatores levam ao desmatamento.

O crescimento populacional está diretamente ligado ao desmatamento. Portanto, comprar produtos de empresas que optam pela sustentabilidade, ​​que se opõem ativamente ao desmatamento é importante.

Indústria do Papel

De acordo com a Environmental Paper Network, o papel consumido a cada ano representa aproximadamente 640 milhões de árvores. Países como Estados Unidos, China, Canadá e Japão produzem mais papel do que o mundo, representando 400 milhões de toneladas por ano.

Se usarmos papel reciclado, podemos evitar a derrubada dessa imensa quantidade de árvores anualmente e manter as florestas como ecossistemas benéficos e habitats de vida selvagem.

Artigos relacionados