Fitoenergética: saiba como as plantas podem ajudar no seu bem-estar!

Escrito por Geovane Souza

A fitoenergética auxilia na saúde física e mental, pois de acordo com pesquisas, uma pessoa passa em média mais de 65% do tempo em ambientes fechados.

Embora a conexão humana com as plantas não tenha idade, inúmeros estudos analisaram os benefícios para a saúde mental ao tê-las.

As pessoas têm mantido plantas em vasos desde o antigo Egito, Babilônia e Roma e já eram beneficiadas pela fitoenergética mesmo sem saberem.

Afinal, a fitoenergética teve a sua técnica desenvolvida em 2002 por Bruno Gimenes, especialista em desenvolvimento pessoal e prosperidade.

Muitas plantas têm efeitos energéticos e causam alívios em diversos setores emocionais e físicos.

As tendências das plantas vem aumentando, mas o que todas elas têm em comum é que estar perto delas parece ter um efeito positivo em nós.

Existe até uma palavra para essa conexão inata: biofilia.

Você sabia que muitas plantas também são utilizadas para a fabricação de incenso artesanal? E eles são maravilhosos!

O que é fitoenergética? 

A fitoenergética é a cura de doenças por meio da energia das plantas, sendo um conceito bastante antigo que propõe meios de tratamentos alternativos.

Ela permite uma melhor expansão mental e também alívio de dores, sejam elas físicas ou mentais.

Logo, a fitoenergética é um método que utiliza a energia oculta das plantas para proporcionar o equilíbrio do ser e elevar a sua consciência.

O seu objetivo principal é tratar as causas das doenças em suas raízes e servir como composto em tratamentos convencionais.

PARA VOCÊ:
Brasil alcança 98,7% de reciclagem de latas de alumínio e mantem liderança mundial

Assim como os seres humanos, as plantas também têm um campo energético ao seu redor.

Ele é livre de qualquer sentimento ou emoção ruim e são capazes de repor a nossa energia doando a dela para nós.

Entenda os benefícios que a fitoenergética pode oferecer

As diversas propriedades naturais presentes nas plantas e compreensão de que a falta de equilíbrio do organismo é a verdadeira razão das doenças.

A fitoenergética usa a energia das plantas para alinhar as emoções e pensamentos, e tratar causas emocionais da mente, do espírito e do corpo.

Portanto, cada planta é classificada em seus detalhes, benefícios e área de atuação nos chakras, bem como, a melhor forma de prepará-las e consumi-las.

Além disso, existem diversas formas de utilizá-las para se beneficiar das suas propriedades curativas como: chás, banhos, sachês, sucos, temperos e etc.

Conheça chás para aproveitar a fitoenergia

Os chás são excelentes aliados para diversas situações e há quem beba apenas por gostar, quente ou gelado, ou até como substituto do café.

Na prática da fitoenergética algumas espécies de chás trazem muitos benefícios à saúde, seja qual for a indicação de seu uso fitoterápico.

Em dias frios um chá cai bem e faz bem, não é mesmo? E são muitas as opções de ervas para preparar um bem delicioso.

  • Chá de Camomila

Os pesquisadores são da opinião de que o chá de camomila pode funcionar como o benzodiazepínico ajudando a induzir o sono e reduzindo a ansiedade.

Os antioxidantes da camomila também são conhecidos por diminuir a inflamação, aliviar a enxaqueca e as dores de cabeça tensionais.

Tomar chá de camomila antes de dormir com frequência ajuda no combate à insônia de forma gradativa.

  • Chá de Hortelã
PARA VOCÊ:
Mata Atlântica é homenageada em nova coleção de óculos de sol da Chilli Beans

De acordo com alguns estudos, tanto a hortelã quanto a hortelã-pimenta podem apoiar a função cerebral e a cognição saudáveis.

Mais notavelmente, um estudo de adultos que receberam extrato de hortelã mostrou um grande aumento na memória de trabalho.

Um estudo com ratos também mostrou que os que receberam um extrato de hortelã tiveram melhor desempenho em um teste de labirinto, indicando melhor memória.

  • Chá de funcho

A primeira da lista de propriedades do funcho é promover a digestão, pois tem efeitos diuréticos, antiespasmódicos, desintoxicante e diurético.

Esta é a razão pela qual ele aparece na composição de tantos chás de ervas. É capaz de ajudar com digestões pesadas e indigestão e aliviar espasmos gastrointestinais.

É também um grande aliado para combater a sede, perfeito para recuperar as forças após uma sessão de ioga ou outro desporto.

Fitoenergética: veja quais plantas podem ser benéficas

Existem milhares de espécies de plantas que são benéficas à saúde e é claro que entre elas existem as mais comuns.

Abaixo você pode conferir as que mais são usadas e que servem para vários usos dentro da fitoenergética.

  • Lavanda

A lavanda, também conhecida como alfazema, é uma das flores de jardim e quintal mais comuns, e por boas razões: ela tem tantos usos e benefícios.

Não requer muitos cuidados, é linda e de ter no quintal e exala um cheiro maravilhoso.

E não é à toa que sua essência é muito usada em aromatizantes e produtos de limpeza.

Seu cheiro acalma e promove a tranquilidade quase que instantaneamente.

PARA VOCÊ:
São Paulo ganha passarela verde feita de plantas sobre a rodovia para reduzir mortes de animais

Esta é uma das plantas mais queridas dentro da fitoenergética.

  • Erva-doce

A erva-doce tem boas quantidades de eletrólito e potássio que encontramos no interior de sua célula.

Eles ajudam a controlar a pressão arterial e também a equilibrar o ritmo dos batimentos cardíacos.

Essa planta contém vitamina C que ajuda o organismo a prover resistência contra infecções e nocivas, além de combater os radicais livres pró-inflamatórios.

  • Alecrim

O óleo de alecrim pode ser usado para aliviar uma variedade de problemas gastrointestinais, incluindo indigestão, gases, cólicas estomacais, inchaço e constipação.

O alecrim contribui para o aumento do apetite e ajuda e também desempenha um papel crucial na digestão.

Ela diminui a inflamação, o estresse, dores e ainda ajuda nos tratamentos respiratórios.

  • Cavalinha

A cavalinha pode ajudar a reduzir a retenção de líquidos, mas pode causar deficiência de vitamina B1 quando usada a longo prazo.

Os agentes químicos na cavalinha podem ter efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios, e ajudam a aumentar a micção sendo diurética.

As pessoas usam cavalinha para retenção de líquidos, infecções do trato urinário (ITUs), osteoporose, perda do controle da bexiga e muitas outras condições.

Conclusão 

Como você pôde conferir na técnica da fitoenergética, as plantas são verdadeiras aliadas para combater algumas doenças e distúrbios leves e moderados.

Muitas pessoas têm em casa uma grande variedade de chás em suas hortas e podem usufruir delas de forma in natura.

Caso você não tenha espaço para plantar as ervas, pode encontrar esses chás em caixinhas e separados por saquinhos prontos para fazer um delicioso chá. Agora que você sabe sobre os benefícios de chás e plantas com a técnica da fitoenergética, pode escolher o que mais lhe agradar.

Artigos relacionados