A importância da Sustentabilidade no mundo dos animais de estimação

Escrito por Geovane Souza

O tema Sustentabilidade é cada vez mais debatido e está presente em nosso dia a dia, e não poderia ser diferente com os nossos animais de estimação. De acordo coma Abinpet, o Brasil é o quarto país no mundo em número de PETs. São cerca de 52 milhões de cachorros e 22 milhões de gatos em todo o país, de acordo com dados do IBGE.

sustentabilidade no mundo de animais de estimação

Além disso, o Brasil é o terceiro país no mundo que mais fatura com a venda de produtos para animais de estimação, perdendo apenas para Estados unidos em primeiro colocado, e Reino Unido. Com uma colocação tão relevante, as empresas brasileiras vem buscando cada vez mais a sustentabilidade, se adequando na produção de alimentos, roupas e acessórios, buscando uma produção sustentável que visa a proteção do meio ambiente e dos animais.

PARA VOCÊ:
Como combater o desmatamento das nossas florestas

As empresas estão se preocupando com a sustentabilidade animal

Uma das principais mudanças que essas empresas estão fazendo é a redução ou eliminação do uso de materiais plásticos como matéria prima na produção. O plástico é um dos principais poluentes, que mais afetam o maio ambiente e o ecossistema global, além disso é prejudicial par a saúde dos animais de estimação.

Ao invés disso, as empresas buscam uma maior utilização de materiais orgânicos e biodegradáveis. Matéria prima livre de agrotóxico para a produção de ração animal, torna o alimento muito mais nutritivo, além de ajudar a preservar o meio ambiente. Outra solução sustentável é a fabricação de recipientes de alumínio, que tem um menor impacto ambiental, além de ter uma durabilidade maior que os de plástico.

PARA VOCÊ:
Catadores são responsáveis por 90% do lixo reciclado no Brasil

Além do alumínio, algumas empresas já adotam o bambu como matéria prima para a produção de recipientes e acessórios, por causa da sua alta resistência e flexibilidade.

É importante lembrar, que não basta somente as empresas tomarem providência em relação a sustentabilidade animal, nós também precisamos fazer a nossa parte. Em casa, é importante trocar os recipientes de plástico pelos de alumínio. Ao sair para passear, prefira levar sacolas biodegradáveis para remover o cocô do cachorro. Além disso, ao comprar alimento, prefira os orgânicos ou veganos, que são menos prejudiciais aos animais, além de ter um processo de fabricação menos prejudicial ao meio ambiente.

PARA VOCÊ:
O impacto ambiental da indústria da moda, apenas 1% das roupas produzidas no mundo é reciclada
Artigos relacionados