Quanto custa uma carga completa de um carro elétrico? Comparativo entre veículos elétricos e a gasolina

Quanto custa uma carga completa de um carro elétrico, Comparativo entre veículos elétricos e a gasolina Fonte da imagem: Renault/Divulgação
Publicidade

Em um mundo onde a preocupação ambiental e a busca por soluções sustentáveis estão cada vez mais presentes, os veículos elétricos vêm ganhando espaço. Uma pergunta frequente é: quanto custa para recarregar um carro elétrico? A resposta pode surpreender muita gente e influenciar a escolha do próximo veículo.

A tendência crescente na substituição de carros movidos a gasolina por versões elétricas tem chamado a atenção de governos ao redor do mundo, que agora trabalham para promover e acelerar essa mudança. Afinal, os carros elétricos não emitem dióxido de carbono na atmosfera e ajudam a combater o efeito estufa. Além disso, são considerados mais econômicos e sofisticados.

Publicidade

Qual o valor de uma recarga em um veículo elétrico

Para responder à pergunta “quanto custa uma carga completa de um carro elétrico?”, analisamos o Renault Kwid E-Tech, um dos veículos elétricos mais baratos do Brasil, e comparamos com a versão a gasolina, o Kwid 1.0 Zen.

No Brasil, a compra de um carro elétrico ainda é um investimento alto. A versão básica do Kwid E-Tech custa cerca de R$ 150 mil, enquanto o modelo a gasolina sai por R$ 68 mil. A questão é se a autonomia proporcionada por uma carga completa de um veículo elétrico compensa a diferença de preço.

Publicidade
LEIA TAMBÉM:  A segunda geração da Bateria Blade da BYD promete ultrapassar 1.000 km por carga

Segundo o fabricante, o Kwid E-Tech tem uma bateria modular de 26,8 kWh, que oferece uma autonomia média de 265 km. Em ambiente urbano, essa autonomia pode chegar a 298 km. Para carregar a bateria por completo, em uma tomada padrão de 220 V, são necessárias cerca de 9 horas. Já em uma Wallbox, o tempo de recarga é de aproximadamente 2 horas e 54 minutos.

Considerando o preço médio da energia residencial em São Paulo em 2022, de R$ 0,656 por kWh, o custo para carregar a bateria do Kwid elétrico seria de aproximadamente R$ 17,60. Isso permitiria ao veículo rodar mais de 300 km antes de precisar ser recarregado novamente.

Publicidade

Se optar por recarregar em um eletroposto, como a Recarga Shell, o custo sobe para R$ 1,90 por kWh, totalizando cerca de R$ 51 por carga completa. Ainda assim, o processo de carregamento é mais rápido e, em alguns casos, compensa muito.

E o custo de uma recarga completa de um carro elétrico em comparação com o abastecimento de um modelo a combustão?

O tanque do Kwid 1.0 Zen comporta até 38 litros de gasolina. Levando em conta o preço médio da gasolina no Brasil de R$ 5,51 por litro, o abastecimento custaria aproximadamente R$ 209. Com um tanque cheio, o modelo a gasolina é capaz de rodar, em média, 566 km.

LEIA TAMBÉM:  A segunda geração da Bateria Blade da BYD promete ultrapassar 1.000 km por carga

Comparando os custos, o Kwid E-Tech tem um gasto médio de R$ 0,059 por km rodado, enquanto o Kwid 1.0 Zen tem um custo de R$ 0,37 por km. Ou seja, o valor por km no modelo a gasolina é mais de 500% maior que na versão elétrica. Se considerarmos um ciclo de 12.000 km por ano, o veículo elétrico teria um custo total de aproximadamente R$ 708, enquanto o veículo a combustão teria um custo total de cerca de R$ 4.440.

Embora o investimento inicial em um veículo elétrico seja maior, a longo prazo, seu uso é muito mais vantajoso do que a versão a gasolina. O custo energético do carro elétrico é quase sete vezes menor que o modelo movido a gasolina. Vale lembrar que não estamos levando em consideração os custos de manutenção e outros possíveis problemas que possam surgir.

Em resumo, a resposta à pergunta “quanto custa uma carga completa de um carro elétrico?” pode variar de acordo com o local de recarga e o modelo do veículo. No entanto, a economia proporcionada por um carro elétrico, em comparação com um carro a gasolina, é inegável. A crescente preocupação com o meio ambiente e a busca por soluções sustentáveis tornam os veículos elétricos uma opção cada vez mais atraente para os consumidores. Com o avanço da tecnologia e a redução dos custos de produção, é provável que os preços dos veículos elétricos se tornem ainda mais acessíveis no futuro, ampliando ainda mais sua adoção.

Fonte da imagem: Renault/Divulgação

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | |

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *