Renault Kwid E-Tech por menos de R$ 100 Mil, conheça agora o carro elétrico mais barato do Brasil

Renault Kwid E-Tech Renault Kwid E-Tech | Foto: Renault / Grupo RPoint

A estratégia de precificação do Kwid E-Tech parece ser uma resposta direta à chegada do BYD Dolphin Mini, previsto para ser lançado com preço similar, em torno de R$ 99.800.

Publicidade

O Renault Kwid E-Tech marca um ponto de virada no mercado automobilístico brasileiro, estabelecendo-se como o primeiro carro elétrico disponível no país por um preço inferior a R$ 100.000. Este movimento da Renault é um passo significativo no sentido de tornar a tecnologia elétrica mais acessível aos consumidores brasileiros.

O Kwid E-Tech vem equipado com um motor elétrico síncrono de ímãs permanentes e oferece uma autonomia de até 185 km, conforme avaliações do INMETRO. Com uma bateria de íon-lítio de 26,8 kWh, o veículo promete eficiência e praticidade para o uso urbano.

Publicidade

Além disso, sua estrutura inclui freios com discos ventilados na dianteira e tambor na traseira, direção elétrica com assistência variável, e um câmbio de uma marcha à frente e uma à ré.

Renault Kwid E-Tech 2024
Foto: Rodolfo Buhrer/La Imagem/Renault

Conheça os principais detalhes técnicos e performance do Renault Kwid E-Tech

O Renault Kwid E-Tech, um marco no segmento de carros elétricos no Brasil, traz um conjunto de características técnicas e inovadoras que o destacam em sua categoria. Vamos explorar em detalhes esses aspectos:

Publicidade

O coração do Kwid E-Tech é seu motor elétrico síncrono de ímãs permanentes. Este tipo de motor é conhecido por sua eficiência e confiabilidade. A potência máxima alcançada é de 65 cv a 4.000 rpm, e o torque máximo é de 11,5 kgfm, disponível imediatamente desde o início, o que é típico dos veículos elétricos. Essa configuração oferece uma aceleração rápida e responsiva, ideal para a condução urbana.

LEIA TAMBÉM:  A ferrugem desafia a promessa futurista da Cybertruck de Elon Musk, que enfrenta problemas de oxidação

A autonomia é um aspecto crucial para qualquer veículo elétrico. Com uma bateria de íon-lítio de 26,8 kWh, o Kwid E-Tech promete uma autonomia de até 185 km, segundo as avaliações do INMETRO. Esta distância é mais do que suficiente para a maioria dos deslocamentos diários urbanos.

Publicidade

Em termos de eficiência energética, o carro consome em média 122 Wh por quilômetro rodado. Para colocar isso em perspectiva, é o equivalente ao consumo de duas lâmpadas de 60 watts acesas por uma hora.

O Kwid E-Tech oferece três modos principais de recarga

A flexibilidade nas opções de recarga é vital para a conveniência do usuário. O Kwid E-Tech oferece três modos principais de recarga, confira:

  1. Recarga Rápida DC de 30 kW: Essa opção carrega a bateria de 15% a 80% em aproximadamente 40 minutos, ideal para recargas rápidas durante viagens mais longas.
  2. Wallbox AC de 7,4 kW: Fornece uma carga de 15% a 80% em cerca de 2 horas e 54 minutos. Essa é uma opção viável para recargas noturnas em casa ou no trabalho.
  3. Carregador Portátil 220V 10A: Leva aproximadamente 8 horas e 57 minutos para carregar de 15% a 80%, sendo uma opção prática para recargas sem acesso a infraestruturas específicas de recarga.

A performance do Kwid E-Tech em aceleração é notável, atingindo de 0 a 50 km/h em apenas 4,1 segundos. Esta característica torna o carro especialmente ágil para o uso urbano, facilitando manobras e ultrapassagens. A velocidade máxima atingida pelo veículo é de 130 km/h, mais do que suficiente para as condições de tráfego urbanas e rodoviárias dentro dos limites de velocidade estabelecidos.

LEIA TAMBÉM:  Contran explica as diretrizes para conduzir veículos elétricos e aumentar a segurança no trânsito depois da alta de acidentes envolvendo EVs

Redução de preço é uma resposta à chegada do BYD Dolphin Mini

A estratégia de precificação do Kwid E-Tech parece ser uma resposta direta à chegada do BYD Dolphin Mini, previsto para ser lançado com preço similar, em torno de R$ 99.800.

Enquanto o Dolphin Mini promete trazer um acabamento interno superior e uma bateria ligeiramente maior, de 30 kWh, o Kwid E-Tech se destaca por sua economia e eficiência energética, mantendo-se uma opção robusta e viável para o consumidor que busca um carro elétrico mais em conta.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | | | |

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *