Caminhão elétrico da Tesla supera ceticismo de Bill Gates e atinge marco impressionante de 1.700 km em um único dia

Caminhão elétrico da Tesla supera ceticismo de Bill Gates e atinge marco impressionante de 1.700 km em um único dia Fonte: Tesla/Divulgação

A Tesla já havia provado a eficácia de seus caminhões elétricos em testes anteriores, mas agora quebrou seu próprio recorde e de concorrentes.

Publicidade

No mundo dos caminhões elétricos, a Tesla mostra que os limites estão aí para serem quebrados. Desafiando céticos como Bill Gates e superando as dúvidas existentes, o Tesla Semi fez um feito notável ao percorrer 1.700 km em apenas 24 horas, em testes nos Estados Unidos. Esta conquista promete redefinir o que sabemos sobre veículos elétricos de grande porte.

Bill Gates estava cético quanto à eficácia dos caminhões elétricos devido ao peso das baterias

Desde que os caminhões elétricos surgiram no cenário automobilístico, muitos duvidavam de sua capacidade de rivalizar com os robustos caminhões a diesel. Um dos mais vocais sobre suas reservas era ninguém menos que Bill Gates.

Publicidade

O dono da Microsoft acreditava que o peso das baterias faria com que os caminhões elétricos, como o Tesla Semi, enfrentassem desafios para alcançar distâncias mais longas, especialmente as necessárias para transporte rodoviário.

LEIA TAMBÉM:  Qual a vida útil da bateria de um veículo elétrico?

Contrariando os céticos, a Tesla não apenas aceitou o desafio, mas provou que poder ir além. O Conselho Norte-Americano para Eficiência de Frete (NACFE), em seu novo programa “Run on Less”, tem avaliado o desempenho de caminhões elétricos no mundo real. E, segundo os primeiros dados, o Tesla Semi brilhou.

Publicidade

No penúltimo dia do estudo que durou 18 dias, o veículo estabeleceu um novo recorde ao percorrer incríveis 1.076 milhas (aproximadamente 1.730 km) em um único dia. Vale destacar que a capacidade de carga desses caminhões foi avaliada em torno de 31.800 Kg, mostrando que não se tratava apenas de um veículo vazio ziguezagueando pelas estradas.

CEO da Nikola Motor, desafiou outros a encontrar um caminhão de emissão zero com uma distância diária maior que 1400 km

Em um mundo onde os fabricantes de veículos estão constantemente buscando superar uns aos outros, Michael Lohscheller, CEO da Nikola Motor, recentemente lançou um desafio, após um de seus caminhões movidos a hidrogênio alcançar 1400 km em um dia.

Publicidade

Ele desafiou qualquer empresa a mostrar um caminhão de emissão zero que pudesse ir mais longe. E, parece que a Tesla aceitou esse desafio, com o Tesla Semi, e venceu.

Os caminhões elétricos estão aqui para ficar e estão prontos para redefinir as regras do jogo. Com as conclusões completas do estudo do NACFE a caminho, é seguro dizer que estamos apenas começando a ver o verdadeiro potencial do transporte elétrico pesado.

LEIA TAMBÉM:  Qual a vida útil da bateria de um veículo elétrico?

Tesla Semi não tem a autonomia por recarga prometida anteriormente

Quando o caminhão elétrico da Tesla foi anunciado, muitos ficaram entusiasmados com a promessa da empresa de Elon Musk de que a versão de topo teria uma autonomia de até 800 km. Porém, recentes revelações da PepsiCo, a primeira cliente do Tesla Semi, afirmam que a autonomia por recarga fica um pouco abaixo no anunciado pela montadora, segundo informações do Estadão.

Segundo os dados divulgados, a maior parte dos caminhões da PepsiCo percorre menos de 160 km por dia, mas três unidades rodam mais de 700 km, aproximando-se do prometido pela Tesla. Nos testes realizados durante 18 dias, os caminhões percorreram entre 400 km e 724 km por dia, com pesos brutos totais de até 37.200 kg. O mais impressionante foi o Tesla Semi que atingiu 606 km, mas chegou ao seu destino com meros 2% de bateria restante. Ou seja, a pensar de ele rodar 1700 km em um único dia, é necessário paradas para recarregar.

A realidade é que, embora o Tesla Semi não atinja a autonomia inicialmente prometida, os dados ainda mostram um veículo capaz de desempenhar funções de transporte de curta e média distância com eficiência. A viabilidade do Semi aumentará significativamente com uma infraestrutura de recarga robusta ao longo das estradas.

Embora ainda haja um caminho a percorrer para atender às expectativas iniciais, o Tesla Semi se apresenta como uma alternativa promissora para reduzir as emissões no setor de transportes.

Com informações de Electrek

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | |

Sobre o Autor

Valdemar Medeiros
Valdemar Medeiros

Jornalista em formação, especialista na criação de conteúdos com foco em ações de SEO. Escreve sobre Ciência, Tecnologia, Indústria Automotiva, Energias Renováveis e Novas oportunidades do mercado de trabalho.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *