Mileto; Empresa inova com assinatura de motos e triciclos elétricos por menos de R$30, conheça os planos e cidades disponíveis

Mileto; Empresa inova com assinatura de motos e triciclos elétricos por menos de R$30, conheça os planos e cidades disponíveis Foto: Mileto / Divulgação
Publicidade

A Mileto, uma startup de mobilidade elétrica fundada em 2022, está causando um impacto significativo no setor de transportes com seu modelo inovador de assinatura de motos e triciclos elétricos. Com planos começando em R$ 810,00 por mês, equivalente a cerca de R$27,00 ao dia, a Mileto oferece uma alternativa econômica e sustentável para a mobilidade urbana.

A assinatura de motos e triciclos elétricos da Mileto são projetados pensando na praticidade e economia, especialmente para profissionais que dependem de transportes eficientes para o trabalho, como no caso de serviços de entrega.

Publicidade

As mensalidades incluem despesas normalmente associadas à propriedade de um veículo, como IPVA, licenciamento, emplacamento, rastreamento por geolocalização, manutenção preventiva, assistência 24 horas em caso de sinistro e seguro para danos a terceiros.

Além disso, os assinantes têm a possibilidade de se tornarem proprietários das motos no final do contrato sem custos adicionais, um grande atrativo do serviço.

Publicidade

A Mileto oferece dois modelos principais de motos: a Mileto Spike e a Mileto Raiden. Ambas são silenciosas, não poluentes, e possuem uma potência de 3000W, com autonomia de 120 km, capacidade de atingir velocidades de até 95 km/h e suportar até 150 kg de carga

A diferença principal entre os dois modelos está no design: a Raiden tem estilo de scooter, enquanto a Spike apresenta um visual mais esportivo.

Além das motos, a Mileto inova com o lançamento do Mileto Trix, um triciclo de carga elétrico destinado a entregas urbanas e uso interno em indústrias. Este veículo compacto e confortável, que se destaca dos tradicionais tuk-tuks, oferece opções com caçamba aberta ou baú fechado, que pode ser refrigerado.

Publicidade
LEIA TAMBÉM:  Transição energética sacode mercado de petróleo; O que esperar dos preços?

O Trix pode carregar até 300 kg, alcançar velocidades de até 45 km/h e tem uma autonomia que pode chegar a 200 km, dependendo do modelo de bateria escolhido.

A Mileto estima que seus planos de assinatura tenham evitado a emissão de 8,7 toneladas de CO2 nos últimos meses. A empresa já possui lojas em Resende, RJ e São José dos Campos, SP, e planeja expandir para outras regiões do Brasil, incluindo grandes capitais como São Paulo e Rio de Janeiro. Essa expansão visa construir um ecossistema completo de serviços para os clientes, incluindo suporte contínuo no pós-venda e manutenção de baixo custo.

A Mileto se destaca como uma opção atrativa e sustentável para a mobilidade urbana, oferecendo uma solução que combina economia, eficiência e respeito ao meio ambiente. Seu modelo de negócios inovador representa um avanço significativo no cenário de veículos elétricos no Brasil.

Acesse o site da empresa por meio deste link para obter mais informações sobre os planos.

Mobilidade elétrica no Brasil: Desafios e oportunidades para o futuro sustentável

Os desafios e oportunidades da mobilidade elétrica no Brasil são diversos e complexos. Um dos principais desafios enfrentados é a infraestrutura de recarga. Apesar de algumas iniciativas, como leis em São Paulo que incentivam a instalação de recarregadores em novos condomínios comerciais e residenciais, a infraestrutura ainda carece de expansão, especialmente em rodovias.

LEIA TAMBÉM:  Picape híbrida com autonomia de mais de 1000 KM é lançada por montadora chinesa

Outra questão é a necessidade de mais incentivos governamentais para impulsionar o crescimento do mercado de veículos elétricos, que já conta com cerca de 14 montadoras oferecendo modelos elétricos no país.

No entanto, o mercado brasileiro mostra um interesse crescente por novas tecnologias, indicando um potencial para a adoção acelerada de veículos elétricos, similar ao que ocorre na Europa e nos Estados Unidos.

Além dos desafios de infraestrutura e incentivos governamentais, outro aspecto crítico é a necessidade de desmistificar mitos sobre veículos elétricos e oferecer mais informações ao consumidor brasileiro. O processo de transição para a mobilidade elétrica ainda depende de uma melhor compreensão pública sobre as vantagens e o funcionamento desses veículos.

A crescente adoção de tecnologias elétricas em várias esferas mostra um caminho promissor, mas a jornada para uma transição completa ainda requer esforços significativos em educação e sensibilização dos consumidores.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | | | | |

Sobre o Autor

Ana Paula Araújo
Ana Paula Araújo

Ana Paula Araújo escreve no Cultura Ambiental nas Escolas sobre meio ambiente, sustentabilidade, energias renováveis e suas implicações, veículos elétricos e as principais novidades do setor.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *