Admitir que podemos não atingir 1,5 °C pode nos ajudar a enfrentar as mudanças climáticas

Escrito por Bruno Teles

Atualmente, as mudanças climáticas são a principal pauta de diversas discussões pelo mundo. Assim, cerca de 200 países participaram de uma reunião em Bonn, na Alemanha, para discutir sobre o super aquecimento do planeta. A meta é manter o aquecimento global em cerca de 1,5 °C.

Dessa maneira, os cientistas envolvidos afirmaram que a temperatura é alcançável dentro dos patamares físicos. Assim, ela seria a temperatura ideal para não superaquecer o planeta. Inclusive, podemos dizer que a discussão não é atual, pois tal temperatura já é discutida na comunidade científica há alguns anos.

PARA VOCÊ:
Qual tipo de fertilizante é o mais seguro para o meio ambiente?

Entretanto, algumas considerações devem ser feitas sobre o assunto. Isso porque a meta de 1,5 °C vai além de questões ambientais, e envolve um patamar político. Sendo assim, os cientistas temem adentrar nesse campo, pois alegam que a função que possuem é de apenas apresentar evidências sobre o tema.

mudanças climáticas
Reprodução: divulgação

Veja também: A energia solar flutuante e o combate às mudanças climáticas

Podemos evitar as mudanças climáticas?

Primeiramente, podemos dizer que a pandemia do covid-19 foi uma das grande responsáveis pelo aumento das emissões de CO2. Sendo assim, as mudanças climáticas passaram por um processo de elevação, o que levou diversos países e autoridades ao alerta vermelho. Atualmente, é previsto que o aquecimento global ultrapasse 2ºC, neste século, o que preocupa a comunidade científica.

PARA VOCÊ:
Grupo de estudantes de engenharia desenvolve estação de carregamento solar para carros elétricos

Dessa maneira, podemos dizer que o assunto não é novidade. Mas, sempre há esperança: diversos países como Estados Unidos, China, União Europeia e Austrália buscam encontrar caminhos que ofereçam uma solução para as mudanças climáticas do planeta, especialmente a médio prazo.

Apesar do entusiasmo, o Acordo de Paris aponta que não será fácil alcançar essa meta. Isso porque será necessário diminuir drasticamente as emissões de carbono, mas, para isso acontecer, será necessário modificar a atividade econômica global, o que pode gerar uma grande crise no planeta. 

PARA VOCÊ:
Como fazer compostagem rica em nutrientes que ajudará seu jardim a prosperar

Por fim, o que podemos esperar é que algum plano para frear as mudanças climáticas globais seja feito. Neste sentido, será necessário investir em tecnologias avançadas, que consigam driblar as emissões de CO2 e oferecer uma esperança ao combate do aquecimento global. Resta aguardar para ver o que poderá ser feito.

Artigos relacionados