O óleo de coco é prejudicial para o meio ambiente?

Escrito por Geovane Souza

Quando você aprende sobre todas as maneiras pelas quais o óleo de coco é benéfico para a saúde e todas as diferentes aplicações, você nunca pensa que pode haver algo perigoso associado a ele. Mas, e se tratando do ecossistema, será que o óleo de coco é prejudicial para o meio ambiente?

Nos dias de hoje, os produtos ambientalmente sustentável tornou-se a tendência para aumentar nossa pegada ecológica e para a convivência pacífica entre ser humano e meio ambiente. Como resultado, precisamos fazer escolhas que sejam ambientalmente conscientes para o bem do nosso planeta. Assim precisamos nos preocupar com cada produto que utilizamos no nosso dia a dia, incluindo, e não menos importante, o óleo de coco.

PARA VOCÊ:
O que é sustentabilidade ambiental?
O óleo de coco é prejudicial para o meio ambiente?

Por isso é importante saber sobre a influência que o óleo de coco tem no meio ambiente, incluindo se é ruim ou não para o planeta, quão sustentável e biodegradável é e se contribui ou não para a destruição das florestas.

Nos últimos dez anos, houve um aumento significativo no consumo global de óleo de coco. Anteriormente o coco era utilizado principalmente na produção de doces e às vezes na preparação de pratos salgados. No entanto, desde então evoluiu para um produto que é amplamente utilizado na fabricação de uma gama de produtos, incluindo cosméticos e agentes de limpeza.

O desmatamento ligado a produção do óleo de coco é a nossa principal preocupação

O desmatamento é a principal preocupação sobre a influência negativa que o óleo de coco tem no meio ambiente. Os coqueiros são frequentemente comparados com palmeiras, que também são nativas dos trópicos, e ambos podem ser encontradas crescendo nas mesmas regiões.

PARA VOCÊ:
Como é a reciclagem da embalagem longa vida

Os coqueiros e os cocos fornecem uma grande variedade de produtos, incluindo carvão, leite, creme, água e o óleo. Os coqueiros são capazes de florescer nas proximidades de outras espécies de plantas e se encaixam naturalmente, por isso, não causam um grande impacto ambiental.

Diferentemente das plantações de palmeiras, que são muitas vezes produzidas em monocultura, o que significa que apenas um tipo de planta é cultivado em uma determinada região por vez, o que leva ao desmatamento de grandes áreas.

A influência do óleo de coco, e os demais produtos proveniente dos coqueiros, no ecossistema do nosso planeta é bastante insignificante. O impacto é mínimo porque o cultivo do coco não exige o uso de nenhum tipo de agrotóxico, por exemplo.

PARA VOCÊ:
Airbus testa o primeiro avião movido a hidrogênio

Além disso, o método de cultivo do coco exige trabalho feito à mão e não por máquinas. No entanto, o óleo de coco não está totalmente isentos de prejuízos ao meio ambiente, uma vez que pesquisas recentes revelaram que o processo de fabricação do óleo pode prejudicar o meio ambiente.

Artigos relacionados