Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU não estão impulsionando uma mudança política real

Escrito por Bruno Teles

Desde 2015, a ONU adotou o ODS, ou Objetivos de Desenvolvimento Sustentável — que possui cerca de 17 objetivos, com mais de 169 metas a serem alcançadas até 2030. Assim, o projeto visa reduzir a pobreza e a desigualdade social, além de possuir outros objetivos, como a redução das mudanças climáticas.

Embora haja um lente processo, a ODS está em processo de desenvolvimento. Aliás, este não é o primeiro esforço da ONU para estabelecer metas globais, mas, é o plano prático mais detalhado e otimista que eles já traçaram.  Considerada por muitos uma proposta ambiciosa, os ODS são uma esperança para o planeta.

PARA VOCÊ:
O que é sustentabilidade ambiental?

Neste perspectiva, os governos concordaram que, até 2030, algumas metas devem ser cumpridas, tais como o aumento da biodiversidade global, a redução da pobreza e da fome, especialmente em reduzir pela metade a realidade de pessoas em condições de extrema pobreza.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Reprodução: divulgação)

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: ONU está falhando?

Neste sentido, podemos dizer que as metas, embora muito esperançosas, não atingem os governos globais. Isso porque alguns pesquisadores analisaram cerca de 3 mil estudos sobre os impactos dos ODS entre 2016 e 2021. Caracterizados como uma pesquisa acadêmica, os resultados não são promissores.

PARA VOCÊ:
A madeira é um material biodegradável e ecologicamente correto?

Sendo assim, eles analisaram o impacto do sistema político, em meio a três tipos de evidências. Assim, foram analisados diversos debates políticos, políticas públicas, mudanças institucionais, orçamentos para cumprimento de metas, discursos públicos, entre muitos outros.

Neste sentido, os pesquisadores descobriram que o impacto da ODS tem um caráter particularmente político. Ou seja, ele é debatido como um ponto de referência em diversas declarações. Sendo assim, os governos mencionam os ODS como uma meta a ser atingida, mas não põe em prática ações para realizá-lo.

Sendo assim, ainda há evidências que mostram que os ODS não são pauta para o estabelecimento de novos programas ou leis, realinhamento institucional ou políticas internas mais rigorosas. Dessa forma, a implementação dos ODS não é priorizada, sendo apenas um ponto de fuga em diversos debates e discursos.

PARA VOCÊ:
Veja como você pode ajudar a moldar as casas sustentáveis ​​do futuro

Por fim, embora a ONU tenha uma boa intenção com os ODS, o estudo apontou que as metas não são suficientes para definir uma nova direção global. Isso porque assuntos como desigualdade e fome são tratados de forma retórica, sem um plano de ação para combatê-los.

Artigos relacionados