Quais os principais efeitos do desmatamento para o planeta terra

Escrito por Geovane Souza

O desmatamento das florestas afeta o nosso clima de várias maneiras. Como sabemos, as florestas são os pulmões do nosso planeta. Pois as árvores absorvem o dióxido de carbono liberado na atmosfera pela poluição e outros fatores naturais, e liberam o oxigênio, tão essencial para a manutenção da vida na terra. Além disso, elas ainda liberam vapor de água no ar, razão pela qual as florestas tropicais são extremamente úmidas.

Com a retirada das árvores, o clima muda drasticamente da região, e a percepção disso é imediata, com o aumento do calor e a diminuição da chuvas, por exemplo. Porém esse não é o único efeito negativo do desmatamento. Confira vários outros efeitos negativos provocados pelo desmatamento das florestas no planeta terra.

Quais os principais efeitos do desmatamento para o planeta terra
Área de desmatamento de floresta / Foto de Pok Rie no Pexels

O desmatamento provoca desequilíbrios climáticos

Como citado anteriormente, esse é um dos principais problemas causado pelo desmatamento. Além de oxigênio, as árvores também fornecem sombra e mantêm o solo úmido. Tudo isso é afetado pela falta de árvores. Provocando um desequilíbrio na temperatura atmosférica e um clima mais seco, dificultando as condições ecológicas que levam a manutenção das florestas.

As várias espécies de plantas e animais que compõem as florestas em todo o mundo estão amplamente acostumadas aos seus habitats naturais. Assim, o desmatamento arbitrário pode dificultar sua sobrevivência, ou fazer que que deixem o seu ambiente nativo, para se adaptar a novos habitats.

Quando as florestas são desmatadas, os níveis de umidade caem e fazem com que as plantas restantes sequem. As secas nas florestas tropicais aumentaram a incidência de incêndios, destruindo ainda mais árvores e prejudicando a vida selvagem e os seres humanos.

PARA VOCÊ:
Estudo aponta que 48% de todas as espécies de aves do planeta tiveram redução populacional

As florestas e o clima estão diretamente ligados. A perda e a degradação das florestas são tanto uma causa quanto uma consequência de nossas mudanças climáticas. Esses eventos são perigosos e pioram ainda mais o desmatamento. Além disso, a perda de árvores permite que inundações, erosão do solo, desertificação e temperaturas mais altas ocorram de forma mais rápida no planeta.

O aumento do aquecimento global

As árvores desempenham um papel importante no controle do aquecimento global. Elas “Se alimentam” dos gases que provocam o efeito estufa, restaurando o equilíbrio da atmosfera.

À medida que o desmatamento continua, a proporção de gases de efeito estufa na atmosfera aumenta, agravando nosso problema de aquecimento global.

O desmatamento aumenta a emissão de gases do efeito estufa

As florestas ajudam a reduzir as emissões de dióxido de carbono e outros gases tóxicos do efeito estufa. No entanto, uma vez cortados, queimados ou removidos, tornam-se uma fonte desse gás, por causa da fumaça liberada.

Estima-se que o desmatamento seja responsável por cerca de 20% das emissões de gases de efeito estufa, e 1,5 bilhão de toneladas de carbono são liberadas na atmosfera a cada ano devido ao desmatamento das florestas.

Erosão do solo

As árvores e suas raízes servem como uma espécie de estrutura, que mantem o solo firme. Além disso, evita que a chuva caia diretamente no solo, evitando o seu deslocamento.

PARA VOCÊ:
Brasil lidera ranking mundial entre os 10 países que mais desmataram suas florestas primárias em 2021

Sem as árvores, acontece a erosão do solo, varrendo a terra para rios e córregos próximos, causando o entupimento dos leitos, em alguns casos, até o seu desaparecimento total. A erosão do solo compromete a qualidade da nossa água potável, expondo o solo a contaminantes que se infiltram no abastecimento de água.

Destruição das florestas provoca Inundações

Quando chove, as árvores absorvem e armazenam grandes quantidades de água com a ajuda de suas raízes. Quando são cortados, o fluxo de água é interrompido e o solo perde sua capacidade de reter água. Além da erosão citada anteriormente, Isso provoca inundações em algumas áreas e secas em outras.

Extinção de vida selvagem e perda de habitat

Vários animais desapareceram devido ao desmatamento das árvores. Eles perderam seu habitat e são forçados a se mudar para um novo local. Muitos deles estão ameaçados de extinção, e isso agrava ainda mais a situação.

Nas últimas duas décadas, o planeta terra perdeu inúmeras espécies de flora e fauna. Um estudo prevê que 90% das espécies de animais da floresta amazônica, devem entrar em extinção nos próximos 40 anos.

Oceanos ácidos

Os níveis crescentes de dióxido de carbono na atmosfera tornaram nossos oceanos mais ácidos devido ao desmatamento e à queima de combustíveis fósseis. A acidez das praias aumentou 30% desde a Revolução Industrial, colocando espécies e ecossistemas marinhos em risco extremo.

PARA VOCÊ:
Como combater o desmatamento das nossas florestas

A qualidade de vida das pessoas diminui

Milhões de pessoas em todo o mundo dependem das florestas para viver, como a agricultura em pequena escala, coleta e medicina. Materiais que usamos todos os dias, como látex, cortiça, frutas, nozes, óleos naturais e resinas, são encontrados nas nossas florestas.

O desmatamento atrapalha a vida de milhões de pessoas. No Sudeste Asiático, o desmatamento alimenta o conflito social e a migração para centros urbanos. No Brasil, a classe mais pobre é atraída de suas cidades para trabalhar nas plantações de soja, onde são abusados ​​e forçados a trabalhar em condições desumanas.

Insegurança alimentar futura

O desmatamento pode levar a uma futura insegurança alimentar. Atualmente, 52% de todas as terras usadas para a produção de alimentos são severamente afetadas pela erosão do solo. A longo prazo, a falta de solo fértil pode levar a baixa produção de alimentos e insegurança alimentar.

Perda de biodiversidade

O desmatamento leva a uma enorme perda de biodiversidade. Cerca de 80% da biodiversidade mundial está localizada em florestas tropicais. As florestas não apenas fornecem habitat para a vida selvagem, mas também oferecem alimento e proteção.

As florestas são de extrema importância para a manutenção da vida no planeta e a preservação da raça humana. É de nossa responsabilidade preservar o meio ambiente para garantir uma melhor qualidade de vida para as gerações futuras. E podemos fazer isso de várias formas, evitando cortar árvores, reflorestando áreas e cuidando das plantas. Podemos também cobrar medidas mais rígidas de nossos governantes, como a criação de novas leis que proíbem a derrubada de árvores.

Artigos relacionados