Gases de efeito estufa atingem nível visto há 5 milhões de anos

Escrito por Geovane Souza

A Organização Meteorológica Mundial disse que os níveis de gases de efeito estufa na atmosfera atingiram recordes vistos quando o nível do mar estava até 20 metros mais alto do que é agora. As concentrações de dióxido de carbono e outros gases que aquecem o planeta aumentaram nos últimos anos, cerca de 41% acima dos níveis de 1990, levando a um aumento de longo prazo nas temperaturas globais, disse a ONU em sua avaliação anual.

“A ciência é clara”, disse o secretário-geral da OMM, Petrie Taalas, em comunicado na quinta-feira. “Sem reduções rápidas de dióxido de carbono e outros gases de efeito estufa, a mudança climática terá um impacto cada vez mais prejudicial e irreversível na vida do planeta. A janela de oportunidade para ação está praticamente fechada.”

PARA VOCÊ:
A importância da Sustentabilidade no mundo dos animais de estimação
Gases de efeito estufa atingem nível visto há 5 milhões de anos

O impacto dos gases de efeito estufa podem ser irreversíveis

A última vez que a Terra teve níveis semelhantes de dióxido de carbono foi de 3 a 5 milhões de anos atrás, quando as temperaturas eram 2 a 3 graus Celsius mais quentes e os níveis do mar eram pelo menos 10 metros mais altos. O aumento do nível do mar dessa magnitude destruiria algumas nações insulares de baixa altitude e grande parte de Manhattan.

As Nações Unidas pretendem manter o aumento médio da temperatura global abaixo de 2 graus Celsius, o que significaria a mudança climática mais rápida desde a última era glacial, que terminou há cerca de 10.000 anos. Um relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas no início deste ano disse que as emissões líquidas devem chegar a zero até 2050 para manter o aumento da temperatura em 1,5 graus Celsius, essa é a meta de muitos países em desenvolvimento.

PARA VOCÊ:
Na Turquia as pessoas podem usar lixo reciclável para pagar o metrô

Em um relatório para as Nações Unidas na quinta-feira, a vice-secretária-geral da Organização Meteorológica Mundial, Elena Manankova, disse que o dióxido de carbono “permanece na atmosfera por centenas de anos ou mais nos oceanos”. “Cada parte do aquecimento global é importante, assim como uma parte por milhão de gases de efeito estufa.”

Estamos ficando sem tempo!

Artigos relacionados