Startup passa a transformar motos a gasolina em veículos elétricos e sustentáveis

Escrito por Valdemar Medeiros

A Oyika, uma startup especializada em baterias de carros e outros veículos elétricos, agora está transformando motos movidas a gasolina em motos elétricas. De acordo com o site Springwise, a startup também já criou novas estações de carregamento que funcionam para bikes elétricas, tuk-tuks e outros veículos elétricos.

O trabalho de conversão das motos movidas a gasolina funciona para todas as marcas e fabricantes. As baterias também são capazes de garantir um recurso de iluminação para ser utilizado no período da noite. Quem se interessar nessa questão, poderá fazer a adesão aos serviços da Oyika por meio de pagamentos individuais, por cada uso, ou também por pagamento de taxas por semana ou por mês.

Startup Oyika está transformando motos movidas a gasolina em motos elétricas

Em países asiáticos, as motos são um meio de transporte muito popular, em países como Tailândia, o Vietnã, a Indonésia e a Malásia, cerca de 87% das famílias, grandes ou não, possuem motos em casa. Mesmo que as motos sejam menores e mais limitadas, esses veículos também ajudam bastante na grande problemática mundial, que é a poluição dos grandes centros urbanos e áreas rurais.

PARA VOCÊ:
As Mulheres sentem mais frio que os homens; Isso é mito ou verdade?

Leia: Airbus testa o primeiro avião movido a hidrogênio

De acordo com o site oficial da Oyika, a startup foi agraciada com um alto financiamento do Southeast Asia Clean Energy Facility (SEACEF) por meio de uma startup de investimentos estrangeira, a Clime Capital, que fica sediada em Singapura.

Dessa forma, a startup Oyika conseguiu expandir amplamente o seu alcance de mercado, chegando à Indonésia, ao Vietnã e às Filipinas, e já possui um planejamento para chegar também à muitos outros países daquela região, especificamente. Com as motos a gasolina sendo transformadas em motos elétricas, isso colabora diretamente com a preservação do meio ambiente, por ser um veículo considerado “verde”.

PARA VOCÊ:
Novo carro elétrico Squad Solar é movido a energia solar que não precisa de habilitação

Conheça a startup Oyika

A Oyika é especialista na fabricação de semicondutores de energia renovável. A startup ajuda no incentivo à adoção de veículos elétricos, nos países em desenvolvimento, a começar com o compartilhamento de bateria por meio de um tipo de plano de assinatura de energia, que vai com uma moto elétrica da marca.

De acordo com a startup, ao reunir as assinaturas flexíveis para troca de baterias pré-pagas, ou pré-pagas semanais e pós-pagas mensais com motos elétricas, a Oyika faz essa conversão de veículos movido a gasolina para um veículo elétrico, fazendo com que seja uma proposta economicamente muito mais atraente e sustentável.

PARA VOCÊ:
Sensoriamento remoto ajuda a rastrear armazenamento de carbono em manguezais

Algumas startups brasileiras prestam serviços de conversão de motores

A AmBev é uma das poucas startups brasileiras que investem na conversão de veículos. Recentemente, a AmBev converteu 102 caminhões a diesel de sua frota de prestação de  serviços em veículos elétricos.

A Protege também tomou a decisão de recorrer ao serviço de conversão, para transformar seus carros-fortes a diesel em elétricos, que, inclusive, já estão sendo submetidos a teste, em São Paulo.

A Protege planeja substituir gradualmente toda a sua frota de 800 carros-fortes por versões de veículos elétricos ou outros tipos de mobilidades que sejam ainda mais sustentáveis. Essas conversões são feitas pela Eletra, uma marca que se dedica a fabricar veículos elétricos, híbridos e trólebus.

Artigos relacionados