Startup passa a transformar motos a gasolina em veículos elétricos e sustentáveis

Startup passa a transformar motos a gasolina em veículos elétricos e sustentáveis
Publicidade

A Oyika, uma startup especializada em baterias de carros e outros veículos elétricos, agora está transformando motos movidas a gasolina em motos elétricas. De acordo com o site Springwise, a startup também já criou novas estações de carregamento que funcionam para bikes elétricas, tuk-tuks e outros veículos elétricos.

O trabalho de conversão das motos movidas a gasolina funciona para todas as marcas e fabricantes. As baterias também são capazes de garantir um recurso de iluminação para ser utilizado no período da noite. Quem se interessar nessa questão, poderá fazer a adesão aos serviços da Oyika por meio de pagamentos individuais, por cada uso, ou também por pagamento de taxas por semana ou por mês.

Publicidade

Startup Oyika está transformando motos movidas a gasolina em motos elétricas

Em países asiáticos, as motos são um meio de transporte muito popular, em países como Tailândia, o Vietnã, a Indonésia e a Malásia, cerca de 87% das famílias, grandes ou não, possuem motos em casa. Mesmo que as motos sejam menores e mais limitadas, esses veículos também ajudam bastante na grande problemática mundial, que é a poluição dos grandes centros urbanos e áreas rurais.

De acordo com o site oficial da Oyika, a startup foi agraciada com um alto financiamento do Southeast Asia Clean Energy Facility (SEACEF) por meio de uma startup de investimentos estrangeira, a Clime Capital, que fica sediada em Singapura.

Publicidade
LEIA TAMBÉM:  Qual a vida útil da bateria de um veículo elétrico?

Dessa forma, a startup Oyika conseguiu expandir amplamente o seu alcance de mercado, chegando à Indonésia, ao Vietnã e às Filipinas, e já possui um planejamento para chegar também à muitos outros países daquela região, especificamente. Com as motos a gasolina sendo transformadas em motos elétricas, isso colabora diretamente com a preservação do meio ambiente, por ser um veículo considerado “verde”.

Conheça a startup Oyika

A Oyika é especialista na fabricação de semicondutores de energia renovável. A startup ajuda no incentivo à adoção de veículos elétricos, nos países em desenvolvimento, a começar com o compartilhamento de bateria por meio de um tipo de plano de assinatura de energia, que vai com uma moto elétrica da marca.

Publicidade

De acordo com a startup, ao reunir as assinaturas flexíveis para troca de baterias pré-pagas, ou pré-pagas semanais e pós-pagas mensais com motos elétricas, a Oyika faz essa conversão de veículos movido a gasolina para um veículo elétrico, fazendo com que seja uma proposta economicamente muito mais atraente e sustentável.

Algumas startups brasileiras prestam serviços de conversão de motores

A AmBev é uma das poucas startups brasileiras que investem na conversão de veículos. Recentemente, a AmBev converteu 102 caminhões a diesel de sua frota de prestação de  serviços em veículos elétricos.

A Protege também tomou a decisão de recorrer ao serviço de conversão, para transformar seus carros-fortes a diesel em elétricos, que, inclusive, já estão sendo submetidos a teste, em São Paulo.

LEIA TAMBÉM:  Qual a vida útil da bateria de um veículo elétrico?

A Protege planeja substituir gradualmente toda a sua frota de 800 carros-fortes por versões de veículos elétricos ou outros tipos de mobilidades que sejam ainda mais sustentáveis. Essas conversões são feitas pela Eletra, uma marca que se dedica a fabricar veículos elétricos, híbridos e trólebus.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | |

Sobre o Autor

Valdemar Medeiros
Valdemar Medeiros

Jornalista em formação, especialista na criação de conteúdos com foco em ações de SEO. Escreve sobre Ciência, Tecnologia, Indústria Automotiva, Energias Renováveis e Novas oportunidades do mercado de trabalho.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *