Volvo apresenta novo caminhão elétrico completamente autônomo

Escrito por Geovane Souza

Em um evento especial em Berlim, na Alemanha, a Volvo Special Trucks mostrou ao mundo o seu futuro conceito de caminhão elétrico. A montadora sueca pretende implantar um novo caminhão elétrico, completamente autônomo, nas rodovias, e o apelidou de Vera.

Volvo apresenta novo caminhão elétrico completamente autônomo
Créditos da Imagem: Volvo Special Trucks

O Vera usa um trem de força totalmente elétrico que consiste no mesmo tipo de trem de força e bateria usado no primeiro caminhão elétrico da Volvo lançado no início do ano passado. Embora a empresa não tenha fornecido números exclusivos do Vera, o primeiro caminhão elétrico da Volvo têm motor de 185 kW, baterias de íons de lítio com capacidades entre 100 e 300 kWh, com uma autonomia de até 300 quilômetros de distância.

PARA VOCÊ:
Startup passa a transformar motos a gasolina em veículos elétricos e sustentáveis

Uma grande coisa sobre o Vera foi comprovada, ele pode ser acoplado a qualquer reboque padrão e pode puxar cargas de até 32 toneladas. A Volvo acredita que veículos como o Vera serão especialmente úteis em indústrias que dependem muito de caminhões e transporte pelas rodovias.

“Como usamos carros autônomos com zero emissões e baixo ruído, eles podem ser usados a qualquer hora do dia ou da noite. A solução aproveita a infraestrutura rodoviária e as empresas de transporte rodoviário existentes, facilita a redução de custos e alcança a integração das operações já existentes”, disse Mikael Karlsson, vice-presidente de soluções autônomas da Volvo.

PARA VOCÊ:
Greentechs usam a tecnologia a favor do meio ambiente
Créditos da Imagem: Volvo Special Trucks

O Vera se manterá sempre conectado a um serviço em nuvem, que monitorará, através de um centro de controle de transportes, a posição do veículo na estrada, conteúdo da carga, requisitos de serviço e outros parâmetros.

A Volvo acredita que os motoristas humanos ainda controlarão a maioria dos caminhões no futuro próximo, mas disse que “Em breve veremos muito mais veículos comerciais autônomos em rodovias onde atualmente só vemos carros tradicionais”.

Artigos relacionados