Brasil alcança 98,7% de reciclagem de latas de alumínio e mantem liderança mundial

Escrito por Geovane Souza

O Brasil alcançou um novo recorde em reaproveitamento de alumínio, 98,7% das latas descartadas em 2021 foram recicladas. Os dados são de um relatório divulgado pelo Recicla Latas, encaminhado ao Ministério do Meio Ambiente em março desse ano.

Brasil alcança 98,7% de reciclagem de latas de alumínio e mantem liderança mundial
Latas de alumínio / Fonte da imagem: Pexels

Para se ter uma ideia, das 33,4 bilhões de latas vendidas em todo o país no ano passado, 33 bilhões foram encaminhadas para centros de reciclagens para serem reaproveitadas. Isso é um dado muito positivo para a preservação do meio ambiente.

Segundo a Associação Brasileira do Alumínio (ABAL), este é o maior índice da história da reciclagem no Brasil. Trata-se de um aumento significativo de 1,4% em relação aos números de 2020, onde o país reciclou 97% das latas utilizadas naquele ano.

PARA VOCÊ:
17 de maio é o Dia Internacional da Reciclagem

Esses dados recentes mostram que o Brasil continua líder mundial em reciclagem e reaproveitamento de alumínio. O que proporciona esse feito incrível é um sistema robusto e muito bem estruturado de logística reversa, que conta com 36 centros de coleta espalhado por 18 estados do país.

Brasil é referência mundial em reciclagem de alumínio a mais de uma década

A presidente executiva da ABAL, Janaina Donas, disse que o Brasil é referência mundial em reciclagem de latas a mais de uma década, quando o índice de reciclagem ultrapassou os 96%. De acordo com Janaína, o Brasil é líder do setor devido aos esforços e investimentos feitos pela indústria do alumínio na modernização e ampliação dos centros de coleta e reciclagem.

PARA VOCÊ:
Conheça o prédio gigante que será equipado com mais de 1.000 painéis solares

Em segundo e terceiro lugar em índice de reciclagem de alumínio estão Japão e Estados Unidos. No entanto, nenhum dos dois países divulgaram os dados do ano passado. Ainda assim, nos dados de 2020, atingiram 94% e 59,7%, respectivamente.

Vale lembrar que os catadores de materiais recicláveis procuram mais as latas, pois elas possuem um valor maior de revenda. O valor do quilo do produto varia de 5 reais a 8 reais, incentivando mais o reaproveitamento.

“Mesmo com as dificuldades trazidas pela pandemia, a cadeia de reciclagem de latas de alumínio continua operando com eficiência no país, gerando resultados de valor inestimável para o meio ambiente, econômico e social”, disse, Janaina Donas.

PARA VOCÊ:
Apple aumenta o uso de materiais reciclados em seus produtos com o intuito de conter a poluição ao Meio Ambiente

Desse modo, a trajetória do Brasil na reciclagem de latas de alumínio pode servir de inspiração para o país avançar com outras diretrizes sustentáveis e alcançar patamares iguais na reciclagem de outros materiais.

Artigos relacionados