Carro elétrico barato? Conheça esses 3 modelos considerados populares no Brasil

JAC E-JS1 é o carro elétrico mais barato disponível no mercado brasileiro, com um preço inicial de R$ 145.990.

Carro elétrico barato. Conheça esses 3 modelos considerados populares no Brasil Fonte: Autoesporte - Globo
Publicidade

Não é novidade que a adoção de carros elétricos está crescendo globalmente. No entanto, a acessibilidade ainda é um obstáculo significativo. No Brasil, embora a oferta de carros elétricos esteja aumentando, os preços permanecem um pouco salgados, com os considerados populares iniciando em torno de R$ 145 mil, dessa forma é estranho dizer que um carro elétrico é barato, na prática. No entanto, vamos destacar as três opções mais acessíveis, caso você esteja considerando fazer essa transição.

1. JAC E-JS1

Carro elétrico barato JAC E-JS1
JAC E-JS1 (Fonte: JAC Motors Brasil/Divulgação)

JAC E-JS1 é o elétrico mais em conta disponível no mercado brasileiro, com um preço inicial de R$ 145.990. Ele vem equipado com baterias de fosfato de ferro-lítio, capazes de entregar até 300 km de autonomia em uma única carga. Seu motor é um destaque, com a capacidade de produzir um torque de 15,3 kgfm.

Publicidade

Compacto e moderno, o E-JS1 é uma excelente alternativa para aqueles que procuram um carro elétrico completo, porém de tamanho reduzido e mais barato. Embora seu design possa não competir com modelos mais robustos, ainda é atraente.

2. Renault Kwid E-Tech

Carro elétrico barato Renault Kwid E-Tech
Kwid e-Tech 100% Elétrico (Fonte: Renault/Divulgação)

Em seguida na lista, temos o Renault Kwid E-Tech, vendido por R$ 149.990. Sua potência é um pouco inferior à do JAC E-JS1, oferecendo 11,5 kgfm de torque e uma autonomia um pouco abaixo de 200 km com carga completa. No entanto, seu trunfo reside na bateria desenvolvida em módulos, o que reduz o custo em até 50% e simplifica a manutenção.

Publicidade
LEIA TAMBÉM:  Brasil se torna o maior importador de carros elétricos chineses: Uma revolução no mercado automotivo

Embora tenha características semelhantes à versão a combustão, a ausência de ruído do motor e a grade frontal exclusiva dão um toque especial a este modelo. Os faróis de design agressivo também adicionam um toque único ao Kwid E-Tech.

3. CAOA Cherry iCar

Carro elétrico barato CAOA Cherry iCar
CAOA Cherry iCar (Fonte: CAOA Chery/Divulgação)

Por fim, o CAOA Cherry iCar é muito apreciado como uma excelente opção de carro elétrico mais barato. Atualmente, este subcompacto é vendido por R$ 149.990 e tem uma autonomia de até 197 km. Uma das suas principais vantagens é o curto tempo de recarga da bateria – apenas 36 minutos para carregar de 20% a 80%.

Publicidade

O iCar apresenta um design compacto e moderno, ideal para os grandes centros urbanos, onde o espaço é sempre valorizado.

Quanto custa para recarregar um carro elétrico?

Quando pensamos em veículos elétricos, um dos pontos mais importantes é o custo de recarga. A possibilidade de carregar o veículo em casa ou em estações públicas, que se proliferam cada vez mais e que geralmente cobram por kWh consumido, é um aspecto a ser levado em consideração.

A infraestrutura de carregamento no Brasil ainda está em expansão e precisa de investimentos significativos. Mas, em grandes cidades, já é possível encontrar uma diversidade de opções, com pontos de recarga em shoppings, supermercados e locais de interesse.

Considerando o custo de energia entre R$ 1,50 a R$ 1,97 por kWh, temos os seguintes exemplos de custos para os modelos, incluindo o Renault Kwid E-Tech que discutimos:

  • Renault Kwid E-Tech: com uma capacidade de bateria de 26,8 kWh e autonomia entre 186 km e 265 km, o custo de recarga de 20% a 80% varia de R$ 24,12 a R$ 31,67.
  • Nissan Leaf: com uma bateria de 40 kWh e autonomia entre 192 km e 270 km, o custo da recarga de 20% a 80% varia de R$ 36,00 a R$ 47,28.
  • Peugeot e-208: este modelo tem uma bateria de 46 kWh e autonomia entre 220 km e 340 km, o que leva a um custo de recarga de 20% a 80% variando de R$ 41,40 a R$ 54,37.
LEIA TAMBÉM:  Defeitos no Tesla Cybertruck: Atrasos e problemas impactam entregas

Esses são apenas alguns exemplos de custos de carregamento em estações públicas. Lembre-se de que o custo pode variar de acordo com a localização e a estação de carregamento utilizada. Ademais, o carregamento de um carro elétrico em casa tende a ser uma opção mais econômica, se essa for uma opção viável para você.

Com informações: JAC Motors, Renault, CAOA Chery.

Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | |

Sobre o Autor

Geovane Souza
Geovane Souza

Geovane Souza é Jornalista e especialista em criação de conteúdo na internet, ações de SEO e marketing digital. Nas horas vagas é Universitário de Sistemas de Informação no IFBA Campus de Vitória da Conquista.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *