Precisamos de energia nuclear na matriz energética para deter as mudanças climáticas?

Escrito por Bruno Teles

Atualmente, a discussão sobre mudanças climáticas tem sido constantemente aprimorada por diversas nações. Isso porque os hábitos de consumo globais e o descarte incorreto de diversos materiais afetam diretamente o meio ambiente, e pode não haver retorno para isso. Precisamos de energia nuclear na matriz energética para deter as mudanças climáticas? Veja.

Neste sentido, todos os anos, diversos países se preparam para a COP26, a Conferência do Clima da ONU (Organização das Nações Unidas), que é sediada em diversos lugares. Basicamente, ela visa discutir o impacto das ações humanas no meio ambiente.

energia nuclear
Energia nuclear (Reprodução: divulgação)

Sendo assim, somado ao intenso consumo de energia elétrica no planeta, a grande discussão é sobre como as energias renováveis podem ser utilizadas para reduzir os impactos ambientais e ofertar uma vida mais confortável para a população. Logo, também surge a discussão sobre o tema.

PARA VOCÊ:
Painéis solares causam interferências em aparelhos de Rádio, Tv, WiFi e Celular?

Universidade da China finaliza o primeiro sistema de testes totalmente instalado em solo para a produção de energia solar baseada no espaço

Precisamos de Energia Nuclear para combater as Mudanças Climáticas?

Nos dias atuais, cerca de 10,2% de toda a eletricidade do planeta é advinda da energia nuclear. Desta forma, cerca de 444 reatores de energia nuclear estão operando em mais de 30 países e, por conta disso, muitos acreditam que a empreitada pode ajudar no combate às mudanças climáticas.

Basicamente, por ser uma fonte de energia limpa e renovável, é possível que essa energia seja uma boa opção para reduzir as mudanças climáticas. Isso porque ela oferece uma redução de emissões, além de garantir a estabilidade do sistema elétrico global.

PARA VOCÊ:
Painéis solares que funcionam à noite produzem energia suficiente para carregar um celular

Atualmente, a grande preocupação com o cenário global pós-pandemia busca alternativas para reduzir o consumo de energia. Entretanto, algumas preocupações e outras considerações ainda são um empecilho para que muitos países adotem o uso de energia nuclear.

Apesar de ser constantemente questionada, podemos dizer que a energia nuclear não é perigosa, inclusive, sendo uma boa opção de energia limpa e segura para atuar contra as mudanças climáticas globais. Isso porque os reatores nucleares globais são feitos com uma tecnologia madura e extremamente segura.

Por fim, podemos dizer que a energia nuclear consegue contribuir no processo de frear as mudanças climáticas e toda a destruição da biodiversidade global, por oferecer energia elétrica constante, em especial por não produzir gases de efeito estufa, como as energias tradicionais.

PARA VOCÊ:
BIG finaliza obras da primeira e mais ecológica fábrica de móveis do mundo
Artigos relacionados