Energia solar e eólica irão mover o veleiro de monitoramento da Baía de Guanabara

Escrito por Bruno Teles

Para começar, energias limpas e renováveis são o futuro! Mas, tem se tornado cada dia mais nosso presente. Veja mais sobre a energia solar e eólica que vão mover veleiro.

Energia solar e eólica irão mover o veleiro de monitoramento da Baía de Guanabara
Baía da Guanabara (Reprodução: Divulgação)

Portanto, isso se deve tanto ao fato da urgente necessidade de busca por alternativas sustentáveis, a fim de frear as mudanças climáticas, quanto pela demanda de fontes de energia inesgotáveis.

Desse modo, a energia solar utiliza como fonte o Sol. Através de placas solares é possível converter a energia térmica dos raios solares em energia elétrica ou mecânica.

A energia eólica utiliza como fonte a força dos ventos. Através de aerogeradores, é possível converter a energia cinética gerada pelos movimentos das hélices dos moinhos, em energia elétrica e mecânica.

PARA VOCÊ:
Porque a reciclagem do lixo é tão importante para o meio em que vivemos?

Quais os benefícios da energia solar e eólica?

  • Energias renováveis e limpas, livres de poluição;
  • Não dependem do desmate da fauna e flora ao redor;
  • Alta capacidade de geração energética;
  • Econômicas, por terem um baixo custo de manutenção;
  • Possibilidade de instalação residencial para consumo próprio.

Energia limpa vai mover o veleiro de monitoramento da Baía de Guanabara

Asim, as energias solar e eólica são tão promissoras e vem tão sendo amplamente utilizadas. Logo, já vem sendo utilizadas para monitoramento de qualidade da água.

Contudo, esse é o caso do F-Boat, o primeiro Veleiro autônomo totalmente movido por fontes de energia renováveis, que irá monitorar as águas da Baía de Guanabara, RJ.

PARA VOCÊ:
São Paulo ganha passarela verde feita de plantas sobre a rodovia para reduzir mortes de animais

Logo, com o veleiro, será possível ter o índice 24h por dia da qualidade da água, nível de oxigenação, pH, focos de contaminação e outros dados que permitirão o desenvolvimento de medidas ambientais preventivas e reparadoras nesta região.

Nesse sentido, para ser possível a autonomia do equipamento, o veleiro conta com sensores, indicadores de velocidade e direção do vento e uma bateria inclusa. Dessa forma, sua mobilidade se dá através da ação dos ventos na  vela.

Logo, se o vento não for suficiente para mover o veleiro, ou é necessário um posicionamento mais preciso, a propulsão elétrica conseguida por energia solar, entra em ação.

PARA VOCÊ:
Interromper a poluição do ar pode ajudar o mundo a se alimentar com mais facilidade

Desse modo, com o modelo sustentável do veleiro, é pretenso, com o tempo e aprimoramentos, transformá-lo em um laboratório aquático, com sensores de microplásticos. Assim, tudo isso com energia solar e eólica e zero emissão de carbono.

Artigos relacionados