São Paulo inova em segurança para carros elétricos, conheça as novas regras de recarga

São Paulo inova em segurança para carros elétricos, conheça as novas regras de recarga Foto: Auto Papo / Reprodução

São Paulo, conhecida por ser a cidade com o maior número de veículos elétricos na América Latina, está inovando na segurança de carros elétricos com a implementação de novas regras para estações de recarga

Publicidade

As novas diretrizes estabelecidas em São Paulo têm como objetivo principal acompanhar o acelerado crescimento da frota de carros elétricos na cidade, enquanto simultaneamente garantem uma infraestrutura robusta e confiável para os usuários.

Essas regras são fundamentais não apenas para atender à crescente demanda, mas também para assegurar um ambiente seguro e eficiente para a recarga de veículos elétricos, alinhando-se assim às necessidades modernas de mobilidade urbana e sustentabilidade.

Publicidade
  • Espaçamento e Equipamentos de Segurança nas Vagas:

As novas regras incluem um espaçamento maior entre as vagas de estacionamento para veículos elétricos. Além disso, cada vaga deverá ser equipada com extintores de incêndio, e os edifícios precisarão contar com hidrantes, chuveiros automáticos, detectores de calor e sistemas de extração de fumaça.

  • Reserva de Água para Incêndios:

Os edifícios também serão obrigados a reservar 40 metros cúbicos de água para uso exclusivo em casos de incêndio, uma medida que visa lidar com a especificidade dos incêndios envolvendo carros elétricos.

Publicidade
  • Licença de Segurança do Corpo de Bombeiros:

Para assegurar a conformidade com as novas normas, as construções precisarão se adaptar ao novo parecer técnico para receber a licença do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

LEIA TAMBÉM:  Brasil na frente da sustentabilidade: Etanol de milho e hidrogênio verde em foco

As novas regulamentações são uma resposta aos desafios apresentados pelo crescente número de veículos elétricos e os riscos associados a eles, especialmente relacionados a incêndios

Incidentes internacionais, como o incêndio que destruiu cinco carros no aeroporto de Sydney, Austrália, evidenciam a necessidade de medidas preventivas e regulamentações específicas.

Publicidade

Além das novas regras de segurança, São Paulo e o Brasil como um todo estão expandindo a infraestrutura de recarga para veículos elétricos. A cidade já conta com uma rede crescente de estações de recarga e recentemente inaugurou a primeira estação de recarga 100% elétrica do país, oferecendo carregadores ultra-rápidos de 200kW e infraestrutura confortável para os usuários​​​​.

A iniciativa da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) em 2018 para estabelecer procedimentos e condições para a instalação de estações de recarga de veículos elétricos em todo o país também é um passo importante na promoção da mobilidade elétrica no Brasil.

Esta regulamentação inicial visa eliminar barreiras e acelerar a implantação de estações de recarga, fornecendo um quadro atraente para a implantação de veículos elétricos no país​​.

A adoção de medidas como estas em São Paulo não apenas aumenta a segurança nas instalações de recarga de veículos elétricos, mas também impulsiona a transição para uma mobilidade mais sustentável. Com a contínua expansão da infraestrutura de recarga e a implementação de regulamentações de segurança rigorosas, São Paulo se posiciona como uma cidade líder em mobilidade elétrica na América Latina.

LEIA TAMBÉM:  Conheça a Grand Pather; A bicicleta elétrica que une o melhor da Yamaha e Husqvarna
Siga-nos no Google News

Publicidade

Tags: | | | | |

Sobre o Autor

Ana Paula Araújo
Ana Paula Araújo

Ana Paula Araújo escreve no Cultura Ambiental nas Escolas sobre meio ambiente, sustentabilidade, energias renováveis e suas implicações, veículos elétricos e as principais novidades do setor.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *