Pesquisadores da Noruega desenvolveram com sucesso um método para utilizar hidrogênio puro como combustível numa turbina a gás

Escrito por Valdemar Medeiros

As turbinas a gás podem ser encontradas por todo lado, entretanto à medida que o mundo avança para a neutralidade das emissões, as características têm de se adaptar ou serem deixadas para trás. Agora, pesquisadores da Universidade de Stavanger anunciaram o desenvolvimento de um método para utilizar hidrogênio puro como combustível para uma turbina a gás, de acordo com um comunicado de imprensa publicado no mês de maio.

Turbina a gás utiliza 100% de hidrogênio como combustível 

De acordo com o líder dos estudos, foi estabelecido um recorde mundial na combustão de hidrogênio em micro turbinas a gás, tendo em vista que ninguém conseguiu produzir a este nível anteriormente. A inovação atingiu seu auge em maio deste ano, quando um marco essencial foi atingido: a equipe começou a operar 100% da turbina com hidrogênio puro.

O intuito final é gerar eletricidade com zero emissões de CO₂. Conforme o líder da pesquisa, o Professor Mohsen Assadi, a eficiência de funcionamento da turbina a gás com hidrogênio verde como combustível será bem menor. O grande ganho é poder utilizar a infraestrutura já existente.

PARA VOCÊ:
A ciência pela busca por justiça ambiental

Leia: RBE e AES Brasil fecham acordo de compra de energia renovável por dez anos

Os pesquisadores provaram agora que podem utilizar hidrogênio nas estruturas a gás natural existentes sem mudar grande parte da sua composição inicial. O professor ainda observou que o estudo está ligado ao armazenamento, assim como à distribuição de gás combustível.

Primeiro, é necessário um certo esforço para assegurar que a infraestrutura das turbinas a gás existente possa utilizar o hidrogênio verde em vez de gás natural como combustível. Logo em seguida, se trata da tecnologia de conversão em energia, isto é, a própria tecnologia de turbinas. Foi nisto que os pesquisadores se concentraram, contribuindo com adaptações tecnológicas do sistema de combustível e da tecnologia da câmara de combustão.

PARA VOCÊ:
Ford e BMW fecham parceria para produzir baterias de estado sólido e revolucionar o mercado de carros elétricos

Hidrogênio ainda é produzido por combustível fóssil

Embora o hidrogênio utilizado como combustível seja gerado de fontes de energia mais limpas, ainda hoje, grande parte da produção ainda vem dos combustíveis fósseis. Um relatório do Departamento de Energia dos EUA mostrou que as fábricas de gás natural eram as fontes de 95% do hidrogênio gerado no país. 

Como resultado destas técnicas de produção do hidrogênio através de combustíveis fósseis, são emitidos na atmosfera gases com efeito estufa em grandes quantidades, como o Dióxido de Carbono (CO₂). Estes gases são impulsionadores da crise das alterações climáticas que o nosso planeta está passando atualmente. Entretanto, este acontecimento pode ser evitado se for uma descoberta ecológica e sustentável para a produção do hidrogênio. 

Energia solar contribui com a produção do combustível

No último mês, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Strathclyde, situada em Glasgow, na Escócia, afirmou que a energia solar pode ser uma forte aliada para a produção de energia elétrica, mas também uma ótima produtora de hidrogênio em larga escala.

PARA VOCÊ:
O que é energia de Biomassa e, porque ela é considerada renovável?

Segundo o Dr. Sebastian Sprick, pesquisador principal, em um comunicado à imprensa, há um abundante recurso energético renovável para enfrentar os desafios da energia renovável: a luz solar. A energia que atinge a superfície da terra é 8 mil vezes superior do que toda a demanda energética global anual das sociedades.

Se o grupo de pesquisadores da Universidade de Stavanger também pudesse utilizar a energia solar para a produção de hidrogênio para suas turbinas a gás, então poderiam ter realmente inventado uma forma de geração de energia sustentável que não prejudicaria o planeta, entretanto já é um avanço.

Artigos relacionados